Igreja de Mina Fluorita será consagrada

Após passar por reforma geral e ampliação, local receberá missa em Ação de Graças e dedicação do altar neste sábado, 23

Foto: Lucas Colombo/DN
- PUBLICIDADE -

Suelen Bongiolo
Morro da Fumaça

A Igreja Nossa Senhora Aparecida, localizada na comunidade de Mina Fluorita, em Morro da Fumaça, vivenciará um momento especial neste sábado, 23. Após passar por um processo de reforma geral e ampliação, o templo será consagrado durante uma missa em Ação de Graças, que também contará com a dedicação do altar. A solenidade ocorre às 19 horas e será celebrada pelo bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inácio Flach, e concelebrada pelo pároco da Paróquia Nossa Senhora da Natividade, padre César Budny, reunindo fiéis de várias localidades.

- PUBLICIDADE -

Durante a cerimônia, também será depositada sobre o novo altar uma relíquia de Santa Gertrudes, em um momento especial. “Tem uma congregação de Santa Gertrudes em Sombrio, a Congregação das Irmãs Sacramentinas de Bérgamo, que virá no sábado para entrar com a relíquia e que trará também uma imagem da santa”, comenta o membro da Comissão da Reforma Giovani Casagrande.

Obras duraram menos de um ano

As obras de reforma geral e ampliação tiveram início no dia 7 de dezembro do ano passado, após ser constatada a necessidade de intervenção na parte estrutural da igreja. “A reforma e ampliação modificou toda a parte interna e externa. Foi feito todo o telhado, a implantação de um forro artístico, a colocação do piso. Foi construída também a capela do Santíssimo Sacramento, assim como a mudança na torre, desde a cúpula até o chapéu, na parte de baixo”, detalha Casagrande.

Para que as obras fossem realizadas, foi necessário o empenho do Conselho de Pastoral da Comunidade (CPC), festeiros e da Comissão de Reforma, criada exclusivamente para isso.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Suelen Bongiolo
Em: Morro da Fumaça

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.