Foto: Giovane Marcelino / DN
- PUBLICIDADE -

Giovane Marcelino / Especial
Criciúma

 

- PUBLICIDADE -

Um sonho de infância que começa a se tornar realidade depois de adulto. Esta é a história de cineasta João Carlos Zeferino, ou simplesmente J.C. Zeferino. De Criciúma, ele atua na literatura há aproximadamente 20 anos. Muita caminhada fez com que ele chegasse a arte das telonas e junto com um novo livro, está prestes a lançar o curta metragem “A Bailarina”, filmado em Nova Veneza.

De acordo com o cineasta, a paixão pela arte veio de clássicos filmes. “Eu via Stars Wars e me fascinava com aquilo e desde então, me apaixonei e sabia que era isso que eu desejava pro futuro”, descreveu. Além do livro “A Bailarina”, J.C. lançou outros livros, como o “Nirvana: Viagem ao Centro da Alma” e “Zizz e a mulher em pó”, que tratam de diferentes temáticas.

Zeferino pretende lançar o curta ainda no mês de julho e trabalhar o vídeo, de 15 minutos, nas escolas. A recém produção, gravada em 10 dias do mês de junho, conta com cinco atores amadores e já concorre a duas premiações nacionais: A primeira é no 45º Festival de Cinema de Gramado, na categoria Curta Metragem e a segunda é no prêmio FIC no Rio de Janeiro.

Pensando no futuro, ele pensa em fazer curta de outras obras, mas também deseja conciliar com a parte escrita, onde a sequência de seus livros já postados, já estão prontas, onde ele aguarda para fazer o lançamento. “São histórias contadas no futuro e que irão divertir o leitor e proporcionar uma diferente imaginação a cada parágrafo”, finalizou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.