Corais recepcionam a chegada da primavera

Mais de 80 vozes se apresentaram em frente à Catedral São José. Festival da Primavera continua neste sábado com outras atrações

Foto: Lucas Colombo/DN
- PUBLICIDADE -

A abertura da primavera foi marcada por momento especial em Criciúma. Ao som das badaladas dos sinos da Catedral São José, pontualmente às 17h02, mais de 80 vozes de corais da região recepcionaram a chegada da “estação das flores”, cantando a música Vira Virou.

A apresentação aconteceu na escadaria da Catedral São José, com a participação das associações de corais de Criciúma, Balneário Rincão, Santa Bárbara, Colégio Marista e Cor de Rosa.  A dona de casa, Marluce Rosa, passava pelo local, quando os cantos despertaram a sua curiosidade. “Lindo e emocionante. Cheguei a registrar, filmando a apresentação”, conta.

- PUBLICIDADE -

O Festival da Primavera, de iniciativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Famcri e Fundação Cultural de Criciúma, prossegue neste sábado, a partir das 10hs, na Praça Nereu Ramos. Haverá mais 11 apresentações de dança, banda e fanfarra, além da entrega do prêmio fotográfico organizado pela Famcri.

“A intenção do Festival da Primavera é marcar a chegada da estação de cheiros e cores; de festejar mais uma primavera que conseguimos passar. A idéia surgiu em conjunto entre a CDL, Famcri e Fundação Cultural”, lembra o presidente da Fundação Cultural, Sérgio Zappelini.

Distribuição de mudas de plantas

Durante o evento, mudas de flores e plantas foram distribuídas ao público pela Fundação Municipal do Meio Ambiente (Famcri). Entre esta sexta-feira e sábado, a intenção é doar cerca de 400 mudas frutíferas e de flores.

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.