- PUBLICIDADE -

Morro da Fumaça

Os novos integrantes do Conselho Fiscal da Cooperativa Fumacense de Eletricidade (Cermoful) agendaram, para o fim da tarde desta terça-feira, dia 14, uma reunião na sede da entidade. Recém-eleitos, eles tinham o objetivo de começar a conhecer a realidade da cooperativa.

- PUBLICIDADE -

Porém, mesmo comunicado com uma semana de antecedência, os membros do conselho chegaram ao local e encontraram as portas fechadas, e o vigilante sem autorização para permitir a entrada.

De acordo com a coordenadora do Conselho Fiscal, Simoni Cechinel de Almeida Brina, houve um desrespeito. “É uma falta de consideração. Para que serve o conselho fiscal, então? Fizemos a reunião na calçada mesmo, e está tudo em ata”, declarou.

Ela explica que durante a tarde um membro do conselho recebeu um telefonema da Cermoful comunicando que a reunião não poderia ser realizada, porque precisava da autorização do Conselho de Administração.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.