Cerco de Jericó inicia com bênção do papa

Palavras do pontífice estão relacionadas ao centenário da Catedral São José, celebrado neste domingo, 17. Campanha de oração segue até o próximo sábado, 23

- PUBLICIDADE -

Suelen Bongiolo
Criciúma

Foi com uma bênção do Papa Francisco que a Catedral São José, de Criciúma, deu início ao 5º Cerco de Jericó, na noite deste domingo, 17. As palavras do pontífice foram voltadas aos 100 anos de edificação da Igreja São José, celebrado na mesma data. Uma multidão de fiéis lotou o templo situado no coração de Criciúma, para orar, pedir e agradecer a Deus.

- PUBLICIDADE -

A mensagem passada pelo papa foi lida com alegria pelo pároco da Paróquia São José, padre Antônio da Silva Miguel Júnior, logo no início da celebração. “Poderíamos iniciar com bênção melhor? Acredito que não. É a bênção do nosso pastor, o Santo Padre. E nós estamos vivendo esse tempo de alegria, de celebração. Por isso, queridos, eu quero convidar vocês para celebrar. Vamos fazer desses sete dias, dias de alegrias, de bênçãos, de unções, de queda de muralhas, de edificação na vida de cada um de nós”, ressaltou o pároco.

Homenagem a Nossa Senhora

Outro momento de emoção na abertura do Cerco de Jericó da catedral foi a entronização da imagem de Nossa Senhora Aparecida, em comemoração ao Ano Mariano. Logo atrás, membros da comunidade conduziram estandartes com a estampa dos santos padroeiros da paróquia: São Simão, São João Batista, Santa Catarina de Alexandria, São José, São Cristóvão e São Francisco de Assis.

Mais tarde, os participantes também receberam a Arca da Nova Aliança, com o Santíssimo Sacramento, que simboliza os sete dias de fé e oração.

Noite dos Propósitos

A abertura da campanha de oração foi chamada de “Noite dos Propósitos”, onde cada participante apresentou, de forma silenciosa, o pedido para este Cerco. Antes de entrar na igreja, cada fiel recebeu uma fitinha amarela que deverá acompanhá-lo durante os sete dias.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Suelen Bongiolo
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.