Catedral São José celebrará centenário

No dia 17 de setembro, a igreja dedicada a São José, no Centro de Criciúma, celebra os cem anos de sua edificação

Foto: Divulgação/Diocese de Criciúma
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Cem anos de orações, de evangelização, de sacramentos ministrados, de serviços e trabalhos compartilhados, de graças alcançadas ao povo de Deus. No dia 17 de setembro, a igreja dedicada a São José, no Centro de Criciúma, há 19 anos instituída Catedral São José, celebra o centenário de sua edificação.

- PUBLICIDADE -

Durante este ano, uma série de atividades foi desenvolvida pela Paróquia São José, com suas seis comunidades, em alusão ao grande momento que será celebrado pela igreja-mãe da Diocese. A festa do padroeiro, a celebração da Missa do Crisma, a solenidade de Corpus Christi (cujos tapetes buscaram retratar, além de temas eucarísticos, a história da igreja local), a apresentação do Musical Oratório Senhora de Fátima e a criação da logomarca dos 100 anos foram algumas das atividades que integraram o calendário jubilar até agora. Entretanto, o que mais tem chamado a atenção, nos últimos meses, é a reforma externa da igreja, que será concluída nesta semana, de acordo com o pároco, padre Antônio da Silva Miguel Júnior.

Imagens sacras retornam restauradas

Por fora, os serviços de pintura se voltam aos acabamentos finais; na parte interna da igreja, foram recuperados pontos de umidade e, mais importante ainda, a restauração de todas as imagens sacras. “As imagens dos santos da Catedral foram restauradas e as que tínhamos na parte externa serão imagens novas, que são os quatro evangelistas – São Mateus, São Marcos, São Lucas e São João – e São Pedro e São Paulo. Também voltará a imagem de São José para o nicho que havia lá em cima, vazio”, conta padre Antônio Júnior.

Entre as imagens que retornaram à igreja está a de Santa Terezinha em seu leito de morte e a do Senhor Morto, em novos altares laterais. Segundo o pároco, uma das imagens mais esperadas pelos paroquianos foi a do Sagrado Coração de Jesus e uma nova que está para chegar e foi doada por paroquianas, que é a do Menino Jesus de Praga. “Aqui em Criciúma há uma devoção muito grande ao Menino Jesus de Praga e nenhuma igreja tinha essa imagem. E ainda vamos colocar de volta a imagem de Nossa Senhora Aparecida, que é uma réplica da imagem original, com a coroa original, mas a imagem deve voltar só depois que o nicho ficar pronto”, explica o presbítero.

Catedral será consagrada e receberá relíquias de santos

Na manhã do domingo, 17, às 10 horas, será celebrada a Solene Missa em Ação de Graças, que será presidida pelo bispo diocesano, Dom Jacinto Inacio Flach, com a bênção da cátedra e o rito de dedicação da igreja, que contará com a deposição de uma relíquia no altar. “Nós recebemos uma graça bastante grande. Fizemos o pedido, Dom Jacinto e eu, para o Arcebispo Emérito de Cracóvia, Cardeal Dom Stanislaw Dziwisz, que foi secretário do Papa João Paulo II, e ele mesmo entregou ao padre Wladislau Milak a relíquia de São João Paulo II, que será colocada no altar na dedicação da Catedral. Nós vimos como um grande presente de Deus. E se já não fosse bastante, Deus nos presenteou também com a relíquia de Santa Faustina Kowalska, aquela que viu o Coração Misericordioso de Jesus. Por isso nós também queremos dar graças a Deus!”, declara o padre.

Padre Antônio Júnior afirma que as relíquias que serão recebidas são de primeiro grau. “Do Papa João Paulo II é um pequeno pedaço de pano que traz o sangue dele e, de Santa Faustina, um pedacinho bem pequeno do corpo dela. Depois da consagração, tendo em vista que o altar será consagrado com a relíquia de São João Paulo II, será colocada também uma imagem dele e nós também recebemos da Cracóvia a estampa de Santa Faustina e de Jesus Misericordioso. Essas duas estampas, com a relíquia de Santa Faustina, serão expostas, no ano que vem, na festa da Divina Misericórdia, no primeiro domingo após a Páscoa. Queremos colocar solenemente, preparar um espaço, porque queremos deixar a relíquia à mostra para que as pessoas possam tocar e fazer suas orações””, afirma o pároco.

Motivo de júbilo para todos

Todos os padres, comunidades religiosas, lideranças, leigos e autoridades são convidados a participar do jubileu. “Tendo presente que a Catedral está em Criciúma, mas ela não é só de Criciúma; ela é da Diocese e então toda a Diocese é convidada a estar conosco. Esperamos que seja um dia bastante abençoado. Nós sabemos que será um dia bem intenso, porque na parte da manhã teremos a consagração e a dedicação da Catedral e, à noite, às 19h30min, também fazendo parte da programação dos 100 anos, nós teremos o início do 5º Cerco de Jericó”, acrescenta o sacerdote.

O Jubileu de 100 anos também será marcado pelo selo comemorativo dos Correios e uma mostra fotográfica, que deve acontecer até o fim do ano, reunindo objetos e fotografias antigas. A Paróquia São José também irá inaugurar um monumento na Praça do Congresso. “Trazendo presente o nome da Praça, o porquê de a Praça ter esse nome, justamente por conta de um Congresso Eucarístico, e também a placa com a logo dos 100 anos da Catedral”, conta padre Antônio Júnior.

Câmara fará sessão em homenagem

Na quarta-feira, 13, a Câmara de Vereadores de Criciúma, por proposição do vereador Julio Cezar Colombo, realizará a Sessão Especial em homenagem ao Centenário da Igreja São José. O evento terá início às 19 horas, no Auditório da Paróquia São José.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.