Caminhada da Vida leva orientação à comunidade em Morro da Fumaça

Os participantes do Caps distribuíram mensagens de prevenção ao suicídio com a temática do Setembro Amarelo

- PUBLICIDADE -

Os colaboradores, profissionais da saúde e frequentadores do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) realizaram a Caminhada da Vida, nesta terça-feira, 26, em Morro da Fumaça. Com cartazes e carro de som, os participantes percorreram as ruas na área central do município com mensagens de prevenção ao suicídio e chamando a atenção das pessoas para refletirem sobre o assunto abordado no Setembro Amarelo.

De acordo com o coordenador do Caps, Felipe Pedroso, o objetivo da caminhada é despertar a atenção da sociedade sobre a necessidade de ser conversado sobre o sofrimento sem tabus. “O suicídio tornou-se uma epidemia mundial e o Brasil é o oitavo país do mundo com o maior número de casos desse tipo. Precisamos falar mais sobre o assunto e fazer com que as pessoas busquem ajuda quando se sentirem desconfortáveis consigo mesmas”, ressalta.

- PUBLICIDADE -

O casal Doraci Forcelini e Wilson Carvalho estava presente na Caminhada da Vida, acompanhando o irmão de Doraci que participa das atividades do Caps. “Ele andava muito fechado e irritado quando começou a frequentar o Caps. Com o trabalho realizado pela equipe, ele se abriu mais e melhorou muito. Por isso a importância de que todos busquem ajuda para conseguir tratar e superar qualquer problema que esteja enfrentando”, relata Doraci.

O prefeito de Morro da Fumaça, Noi Coral, recepcionou os participantes da sede da prefeitura. A Polícia Militar fez a escolta do grupo durante a Caminhada da Vida promovida pelo Caps, que atende mais de 55 pessoas regularmente com diversos tipos de atividades terapêuticas, como psicoterapia individual ou de grupo. Alguns dos perfis das pessoas atendidas estão as que sofrem com o quadro de depressão grave, transtorno bipolar e esquizofrenia.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Morro da Fumaça

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.