Família autoriza doação de órgãos após fumacense ter morte cerebral

Graziela Cavalli estava internada há dez dias na UTI do Hospital São José, após sentir fortes dores de cabeça. Morte comoveu moradores de Morro da Fumaça

Foto: Reprodução Facebook
- PUBLICIDADE -

Os rins e fígado de Graziela Cavalli poderão salvar outras vidas. Moradora de Morro da Fumaça, a mulher de 38 anos, teve a morte cerebral confirmada e passou pela captação de órgãos nesta quarta-feira, 13, no Hospital São José, em Criciúma. Esta foi a 11ª captação realizada neste ano na instituição de saúde.

Graziela estava internada desde a noite do último dia 3 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, após sofrer um acidente vascular isquêmico. Durante o período de mais de dez dias em que ela permaneceu sob cuidados médicos, uma corrente de orações foi realizada pelos moradores de Morro da Fumaça. De acordo com a família, ela havia realizado um procedimento estético e se queixava de dores de cabeça.

- PUBLICIDADE -

O corpo de Graziela é velado no Cemitério Municipal de Morro da Fumaça. A missa de corpo presente e o sepultamento serão realizados nesta quinta-feira, 14. Ela será enterrada no cemitério de Esplanada, em Içara.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Morro da Fumaça

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.