ACTU buscará judicialmente circulação de frota mínima na sexta-feira

A ACTU pede que o Sintacril evite a prática recorrente de bloquear garagens, terminais e impedir colaboradores de trabalhar

Transporte Coletivo poderá sofrer alterações nesta sexta-feira. Foto: Jhulian Pereira
- PUBLICIDADE -

A Associação Criciumense de Transporte Coletivo (ACTU) buscará judicialmente o cumprimento da frota mínima nesta sexta-feira, 28. O Sindicato dos Condutores de Veículos e Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Cargas e Passageiros de Criciúma e Região (Sintacril) informou que irá aderir totalmente à greve geral programada para este dia.

A ACTU pede que o Sintacril evite a prática recorrente de bloquear garagens, terminais e impedir colaboradores de trabalhar. Os esforços para manter a frota mínima é para que a população não fique desassistida neste dia. Em nota, a ACTU garante que buscará responsabilizar os atos ilegais que vierem a ser praticados.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.