- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Mesmo com o empate do Criciúma diante do Figueirense, na terça-feira, o zagueiro Edson Borges segue firme na crença ao acesso à Série A em 2018. O jogador enfatiza que os jogadores não desistirão enquanto houver chance matemática. “Lógico que a gente sente que o acesso está um pouco mais distante, mas não perdemos a esperança. A gente vai lutar até o final e sabemos que podemos engrenar umas vitórias e a possibilidade de acesso ainda existe. Vamos lutar até o final e ficamos tristes por estar na frente e deixarmos de somar mais dois pontos, só que a luta continuar e vamos brigar até o final”, disse.

Os pontos perdidos no estádio Heriberto Hülse são visto por uma forma diferente pelo jogador. “Pode ser que, lá na frente, esse um pontinho que a gente fez em casa faça diferença para o acesso. É melhor pensar assim do que pelos pontos perdidos que vão nos fazer falta. Acho que a gente vem jogando bem fora de casa, a gente vai buscar, com humilidade e vontade, mais uma vitória fora de casa”, destacou.

Apesar de não ter conseguido a vitória em casa, Borges acredita que o Criciúma buscará os três pontos diante do Guarani, em Campinas, no sábado, às 19 horas. “Ontem (terça), a gente fez um jogo até mais solto do que fora de casa. Nossa equipe conseguiu propor o jogo com facilidade, as jogadas aconteceram, então, lógico que, fora de casa, tem essa história de a gente não ter que propor tanto o jogo e as coisas acontecerem pela equipe adversária se abrir um pouco mais. Acho que facilita pela forma como a gente joga. Dentro de casa, fizemos um grande jogo. Não saíram os três pontos, mas o pensamento tem que ser este. A gente está em uma crescente. No segundo turno, tivemos apenas umas derrota e a gente ainda não se deu como vencido. Temos grandes chances e vamos seguir brigando”, finalizou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.