- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

São Lourenço da Mata/PE

- PUBLICIDADE -

Foto: Léo Lemos – Náutico PE

A segunda vitória fora de casa do Criciúma na Série B foi valorizada pelo técnico Luiz Carlos Winck, logo após a partida deste sábado. Ele acredita que a equipe está crescendo na tabela e também melhorando a autoestima. Isso faz com que o coletivo melhore. “Fizemos o gol cedo, suportamos bem, jogamos com inteligência. Sofremos o gol, mas, logo em seguida, tivemos o poder de reação. É o que eu chamo de se indignar dentro de campo e nós buscamos o resultado. Conseguimos suportar bem a pressão do adversário no final, que eu considero normal, pois eles estavam jogando em casa. Eu acho que fomos inteligentes, estamos de parabéns e são os atletas dentro de campo que estão buscando esses resultados”, disse, em entrevista coletiva, após o jogo.

O comandante tricolor ressalta que, apesar das dificuldades na segunda etapa, o time suportou a pressão dos donos da casa. “Foi um bom jogo. A equipe do Náutico, até pelo jogo que fez, não merece estar em uma situação tão abaixo na tabela. Eles têm uma boa equipe. O Beto (Campos, treinador do Náutico) está realizando um bom trabalho e isso faz com que a nossa vitória tenha sido muito boa, três pontos fora de casa, melhoramos muito na tabela, estamos em sétimo lugar, zeramos o nosso saldo que estava negativo, então, tudo isso foi crescimento para a equipe até esse momento. No segundo tempo, nós tivemos alguns momentos de dificuldades, a bola aérea defensiva, mas o bom é que a equipe suportou bem até o final”, explicou.

Náutico x Criciúma - foto Leo Lemos - Náutico Pe (1)Winck continua pensando jogo a jogo e sem projetar pontuação à longo prazo na Série B. “Nós pensamos como maioria das equipes pensam, acredito eu: primeiramente fugir do rebaixamento, chegarmos em uma pontuação que nos deixe livre e depois, na reta final, pensar na questão do acesso”, enfatizou.

A partida de terça, diante do Ceará, começa a ser projetada pelo treinador. “Agora, nós temos mais um jogo difícil, fora de casa, diante do Ceará. Então, temos que descansar bem, recuperar as energias para fazer um bom jogo contra o Ceará. Nós estamos a um ponto do G-4. Eu digo e repito para os atletas: vamos trabalhar para nos aproximarmos e continuar próximo do G-4. Quando nós entrarmos: pensarmos em nos manter lá dentro, que vai ser mais difícil do que chegar lá”, finalizou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.