- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Após o empate de sábado, diante do Inter, em Porto Alegre, a torcida do Criciúma ficou ainda mais otimista em relação ao desempenho do time na Série B do Brasileiro. As duas partidas em casa na sequência, hoje diante do Paysandu e sexta-feira contra o Goiás, podem colocar a equipe no G-4 da competição. Assim, a expectativa é de um grande público já no jogo de hoje.  “Se tivermos cinco mil torcedores ou mais, porque tem capacidade de ser bem mais, já vai ajudar, vai ser um caldeirão. O torcedor entenda que ele é o 12º jogador, ele é importantíssimo, mas tem que lembrar que nós temos 90 minutos para ganhar o jogo. O importante é a soma de pontos fora de casa e tentar ser 100% em casa. Felizmente, no meu comando, temos 100% nos três jogos e cada vez vai aumentar mais a responsabilidade. Nós devemos estar preparados para isso”, disse o técnico Luiz Carlos Winck. O maior público do ano, no Majestoso, aconteceu na Copa do Brasil, diante do Fluminense: 5.598.

A sequência de sete partidas sem perder aumenta a esperança de vitórias dentro de casa. Além disso, a diretoria do Criciúma lançou uma promoção de ingressos. Os associados poderão comprar até dois ingressos com 50% de desconto. As arquibancadas inteiras terão o valor de R$ 30,00 cada e a cadeira inteira R$ 60,00. Os ingressos estão à venda na secretaria do clube, localizada na Loja Tigre Maníacos, em anexo ao Majestoso. As vendas serão feitas até o horário da partida. Para as crianças até 12 anos, essas terão acesso liberada desde que estiver acompanhada de um pagante, que seja sócio ou tenha comprado o ingresso. Esse acesso da criança é no local do acompanhante. Caso seja de arquibancada, a entrada será feita pelo portão quatro. “A torcida empurra a gente, é aquele incentivo a mais para quando a gente precisa. O time adversário também sente a pressão porque a torcida faz barulho. Espero que eles lotem o estádio para a gente conseguir a vitória”, enfatizou o atacante Alisson Farias.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.