- PUBLICIDADE -

Criciúma

Com 480 pilotos de todo o território nacional e um público de mais de cinco mil pessoas, os pilotos enfrentaram o frio para a disputa, em etapa única, do Campeonato Brasileiro de Bicicross (BMX – na sigla, em inglês) organizado pela Confederação Brasileira de Ciclismo.

- PUBLICIDADE -

O criciumense Marco Aurélio Tocha esteve na categoria 40 anos da competição e precisou de muita garra para enfrentar três baterias e então alinhar na final com os oito melhores atletas. Um erro na largada acabou deixando o piloto na penúltima posição da decisão. “Foi uma prova muito dura, todos ali estavam bem preparados e com sede de vitória. Acabei largando mal e dando brecha para o atleta ao meu lado me fechar na primeira rampa. Assim, acabou com toda a minha estratégia de corrida. No BMX não temos espaços para falhas, é uma bateria de 35 segundos, quando você pensa em consertar o erro, a prova já acabou. Fico feliz de estar na grande final e sem acidentes para voltar os trabalhos visando o segundo semestre de competições”, comentou o atleta.

Provas nacionais e internacionais

Tocha volta a disputar competições nacionais em Sorocaba e Caraguatatuba, ambas cidades do interior paulista, no mês de agosto. Ele ainda tem três etapas para correr no Campeonato Catarinense – onde é o líder nas duas categorias que disputa – e todas as atenções, treinos e busca de apoio para as provas internacionais no Peru, em outubro, e no Chile, em Novembro.

As provas internacionais fazem parte do ranking Latino-Americano, que se somam ao Pan-Americano, disputado na Argentina, em junho, e definem no final da temporada o melhor piloto das américas.”Vou em busca agora de preparação e patrocínios para conquistar este importante título das américas, desde já agradeço aos meus parceiros e patrocinadores que me auxiliam de alguma forma na conquista de meus objetivos”, finaliza Tocha.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.