- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

América-MG e Inter iniciam o segundo turno da Série B com uma pequena vantagem em relação aos demais times. Mesmo com as duas equipes despontando, o meia Ricardinho acredita que é cedo para fazer projeções de quem subirá à Primeira Divisão do ano que vem. “Pelo investimento do Inter, pelos jogadores que eles têm, pela folha salarial, acho que, desde o início, eles são candidatíssimos ao acesso, mas a gente viu o quão difícil foi para eles conseguirem os pontos que eles têm agora. Então, acho que tudo é equilibrado. Nós conseguimos uma sequência boa de vitórias que o América também conseguiu, por isso está lá na frente, mas, se não me engano, o América tem duas vitórias a mais que nós, somente. Então é muito equilibrado e nós precisamos ter a cabeça no lugar. Devemos apenas nos preocupar com nosso trabalho e procurar evoluir para dentro do campo fazer a nossa parte”, disse.

Ricardinho - foto Fernando Ribeiro CEC 2O acesso para a Série A é o foco dos atletas do Tigre que esperam melhor o desempenho e contar com o apoio dos torcedores para conquistar a vaga. “Esse é o nosso pensamento, principalmente neste momento. Cada jogo procuramos crescer e evoluir, não perder pontos dentro de casa para que a gente conquiste a confiança do torcedor, para que eles possam comparecer em maior número e possam nos incentivar em cada jogo”, explicou Ricardinho.

O jogador espera que ele e os companheiros tenham mais equilíbrio para fazer uma campanha boa no segundo turno. “Nós perdemos pontos aqui. Mas a nossa campanha fora também é muito boa. Nós conseguimos pontos importantes fora. O inicio do campeonato fez com que a gente não tivesse uma pontuação maior. Nós perdemos pontos aqui com empates e na derrota com o Brasil de Pelotas que, entre aspas, é até aceitável. O que não pode é, em cinco jogos, fazer apenas um ponto. Se a gente conseguir o equilíbrio de conseguir pontos fora e jogar melhor dentro de casa, vamos colher coisas melhores lá na frente”, finalizou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.