Retorno positivo no Tricolor

Criciúma tem histórico de jogadores que voltam ao clube e realizam boas campanhas

- PUBLICIDADE -

Criciúma

O movimentado setor ofensivo do Criciúma pode ganhar mais um nome nos próximos dias. O atacante Silvinho, que vestiu a camisa tricolor em 2014 e 2015 garante que está perto de um acerto para retornar ao Heriberto Hülse. “Já conversei com a diretoria e nesta semana já fica tudo certo”, destacou no domingo, enquanto assistia ao jogo do Tigre contra o Almirante Barroso.

- PUBLICIDADE -

Na primeira passagem pelo Criciúma, Silvinho atuou em 34 partidas e marcou cinco gols. A notícia do retorno, porém, levantou a dúvida se ele pode contribuir com a equipe, já que desde que deixou o clube, não conseguiu se firmar em nenhum time. Mas o Tigre tem um histórico de buscar velhos conhecidos e garantir um desempenho ainda melhor que na primeira passagem.

Deixou saudade

Um exemplo é de Lins, que deixou saudades ao torcedor, após brilhar em 2013, ano em que o Criciúma conseguiu permanecer na Série A do Campeonato Brasileiro. Naquele ano, o atacante entrou em campo 61 vezes e marcou 24 gols. Números bem diferentes da primeira passagem, em 2010, quando fez dois gols em 18 partidas.

Já no ano passado, o meia Thiago Humberto voltou a defender o amarelo, preto e branco. Se não teve números muito expressivos, pelo menos foi melhor no retorno. Em 2014, ele fez apenas quatro jogos pelo Catarinense. Já em 2016, ele atuou em dez partidas e marcou dois gols.

Confira a matéria completa no DN desta terça-feira

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.