- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Tristes, porém, empenhados. Assim estarão os jogadores do Criciúma, neste final de semana. Eles gostariam de estar na decisão do Campeonato Catarinense, mas não foi possível. Entretanto, os atletas aproveitam o tempo para se prepararem para a estreia na Série B, no dia 13, contra o Santa Cruz, em casa. “Nós queríamos estar treinando esquema tático e preparando para o jogo do final de semana, mas, infelizmente, não foi como nós queríamos: chegar à final e ganhar o segundo turno. Por outro lado, estamos aproveitando para chegar bem na Série B – que para a gente é o campeonato mais importante no ano. É o que nos restou e nós vamos entrar com tudo porque muda a história do clube. Então, vamos aproveitar para trabalhar a parte física, fizemos novas avaliações e tudo o que necessita, porque depois não vai ter mais tempo”, disse o zagueiro Diego Giaretta.

 

O defensor diz que o grupo fica ansioso pela estreia na competição nacional para começar logo a disputa pela vaga na elite do futebol nacional em 2018. “A ansiedade sempre existe porque a gente quer logo esse acesso. Queremos buscar desde já e estamos falando nisso. Então, é natural que a ansiedade aconteça, mas o importante é administrar bem para que não nos atrapalhe até o dia da estreia”, reforça o jogador.

Giaretta diz que a chegada de novos jogadores é importante para aumentar as opções do técnico Deivid. “Todo o reforço é bem-vindo, independente de qual posição seja. São 38 jogos e existe muito a questão de lesão, cartão, suspensão e tantas outras coisas. Então, a gente quer jogar todos os 38 jogos, se possível, sempre com o time regular, sem tantos desfalques, para que a gente possa conquistar os pontos necessários para o acesso. Claro que todo reforço é bem-vindo para nos ajudar e tomara que isso aconteça mesmo e nos deixe fortalecidos”, finalizou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.