- PUBLICIDADE -

Blumenau

A sexta-feira, 29, foi de estreia para a equipe de ginástica e rítmica da Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma. Em Blumenau, o grupo formado por nove ginastas briga por medalhas na 17ª Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), destinada a atletas com até 16 anos. A disputa da modalidade segue até domingo, 1, no Ginásio da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) e no Complexo Esportivo do Sesi.

- PUBLICIDADE -

Organizado pela Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), o evento esportivo reúne 180 ginastas de mais de dez municípios. “É a primeira vez que as meninas disputam a Olesc. É uma equipe nova, mas acreditamos que podemos conquistar bons resultados para Criciúma”, explica o técnico da equipe de ginástica artística de Criciúma, Adriano Engelke.

Isabele Westrup de Souza, medalhista de ouro na 16ª Copa Internacional La Serena de Ginástica Artística, realizada no Chile, é o destaque da equipe de Criciúma. “A Isabele é muito talentosa. Acreditamos que ela possa subir ao pódio em Blumenau”, destaca.

Na ginástica rítmica, Criciúma conta com representantes em dois aparelhos: bola e mãos livres. De acordo com a treinadora Cristiane Sebrão Engelke, o grupo foi reformulado. “Assim como na ginástica artística, é a primeira vez que as atletas da ginástica rítmica disputam a Olesc”, comenta.

As demais modalidades da 17ª Olesc serão disputadas entre os dias 7 e 14 de outubro, em Rio do Sul. “A ginástica sempre trouxe resultados positivos para Criciúma. Estamos confiantes e esperamos que as meninas conquistem medalhas”, afirma o presidente da FME de Criciúma, Sandro Araújo.

Primeiras medalhas

As primeiras medalhas de Criciúma na 17ª Olesc foram conquistadas na piscina. Representada por 15 nadadores, a cidade conquistou três medalhas de ouro, duas de prata e quatro de bronze no Complexo Aquático da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), em Palhoça. A modalidade ocorreu entre os 15 e 17 de setembro.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.