- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Com a chegada do lateral esquerdo Márcio Goiano, a tendência indicava a saída de Diego Giaretta da posição. Porém, com a maior proteção à defesa proposta pelo técnico Luiz Carlos Winck, Giaretta segue como titular e procura manter os resultados positivos e as boas atuações. “O importante é poder somar e ajudar a equipe. A gente estava com essa necessidade na lateral esquerda e, desde quando o Winck chegou, ele joga em um sistema mais fechado, não deixando muito as laterais abertas. A gente sofria um pouco com isso. Ele optou, vem dando certo, os resultados vêm aparecendo”, disse.

A intenção do jogador agora é chegar mais à linha de fundo para auxiliar o ataque, porém, sem se descuidar da defesa. “O Winck tem me colocado na marcação prioritariamente, mas não me impedindo de dar o auxilio ao ataque, quando necessário. A gente sabe que no jogo eu não tenho tantas oportunidades. No treino, a gente faz, repete, mas na hora é mais difícil até porque existe um outro time, um outro ponta, um extrema deles que, se eu bobear ou de brecha, vai parar na cara do gol. Essas ultrapassagens bonitas que eu faço no treino, no jogo é uma ou duas”, explicou.

Giaretta destaca que o momento do Criciúma é positivo e quer o time busca voltar do Nordeste com, no mínimo, dois pontos. “O nosso momento é muito bom: estamos fazendo o dever de casa, que é o principal, e estamos somando fora. Então, nesses dois jogos fora, a perspectiva é voltar com, no mínimo, dois pontos. Claro que se der pra ganhar as duas melhor”, finalizou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.