- PUBLICIDADE -

Buenos Aires

O Flamengo tentará resistir à pressão do Independiente, hoje, a partir das 21h45min, em Buenos Aires, na partida de ida da final da Copa Sul-Americana, para voltar ao Rio com chances de erguer a taça no Maracanã, no dia 13 de dezembro. Após a eliminação precoce na Libertadores, a  torcida do Mengão exige agora um título. No Brasileirão, a equipe ficou abaixo do esperado: 6ª colocação. O time já decepcionou a torcida com o vice-campeonato da Copa do Brasil.

- PUBLICIDADE -

Com o atacante Paolo Guerrero suspenso, caberá a Felipe Vizeu a tarefa de ser o principal responsável pelos gols do time carioca. Ele balançou a rede três vezes nos duelos contra o Junior Barranquilla, nas semifinais.  No meio de campo, a responsabilidade da armação das jogadas estará novamente nos pés do experiente Diego. Para o técnico Reinaldo Rueda, o título da Sul-Americana poderia ser o segundo troféu continental seguido. No ano passado, ele foi campeão da Libertadores no comando do Atlético Nacional, da Colômbia.

Ex-jogador do clube argentino, o rubro-negro Mancuello disse que pode passar informações sobre o rival. “É muito importante saber que vamos jogar contra o time do meu coração, time que toda a minha família torce. Mas minha cabeça hoje está no Flamengo. Lutamos o ano todo e hoje estamos aqui. Todos os times se conhecem, mas posso falar alguma coisa”, disse. E se fizer balançar as redes do ex-clube? “Não vou comemorar, mas quero fazer o gol”, explicou.

Adversário é o “Rey de Copas”

Com uma mística “copêra”, ou seja, que se dá bem em jogos de copa, o Independiente tem o apelido de “Rey das Copas”, na Argentina. Com 16 troféus, reedita uma nova final contra o Mengão, 22 anos depois de conquistar, em pleno Maracanã, a Supercopa-1995. Embora tenham perdido aquela partida no Rio (1-0 para o Flamengo), os ‘Diabos Vermelhos’ ficaram com a taça graças à vitória por 2 a 0 como locais no jogo de ida.

O Independiente ganhou sete vezes a Copa Libertadores, quatro delas de maneira consecutiva nos anos 60. Conquistou três vezes a Copa Interamericana, uma Recopa sul-americana e duas Copas Intercontinentais. “Vamos entrar em campo para comer o Flamengo em Avellaneda”, afirmou o volante Ezequiel Barco, de apenas 18 anos e tido com a joia do elenco do técnico Ariel Holan.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.