- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O cabeça de chave número um do torneio e número 11 do ranking mundial na categoria 18 anos, Yuta Shimizu, foi surpreendido na estreia e está eliminado do 47º Banana Bowl – torneio internacional de tênis que está sendo disputado até sábado nas quadras da Sociedade Recreativa Mampituba, em Criciúma. O algoz do japonês foi o chileno Matías Soto, número 78 na tabela de tenistas da divisão. As parciais foram de 6/3, 3/6 e 7/6(2).

Sexto cabeça de chave, o norte-americano Gianni Ross confirmou o favoritismo e bateu o brasileiro Mateus Alves por dois sets a zero, parciais de 6/4 e 6/3. O também norte-americano Danny Thomas, cabeça de chave número 8, superou o brasileiro Igor Gimenez. A partida foi bastante disputada e terminou com parciais de 4/6 6/4 6/2.

Após vencer na estreia, o paranaense Thiago Wild avançou para a terceira fase da competição ao bater o argentino Francisco Vittar, cabeça de chave número 5, por 6/3 e 6/4. Wild demonstrou um ótimo preparo físico, pois na segunda-feira enfrentou uma partida com 4h10 minutos de duração contra o sueco Karl Friberg. Agora, Thiago pegará o norte-americano Patrick Kypson, número 48 do mundo e cabeça de chave número 12.

Na chave feminina, Georgia Gulin venceu o primeiro set contra a boliviana Daniela La Fuente, mas acabou derrotada com 1/6 6/2 6/2. Gabriela Azambuja também venceu set, mas não passou pela polonesa Ania Hertel, que levou a melhor com 1/6 6/2 6/2.

A competição segue nesta quarta-feira com mais disputas nas quadras do Mampituba. A entrada é gratuita para sócios do clube e para o público em geral – mediante um cadastro de identificação na recepção. As partidas começam às 9h e devem seguir até às 22h.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.