- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Tricolor Carvoeiro aplicou um “teste para cardíaco” no torcedor e bateu o Metropolitano, de Blumenau, por 5 a 4, neste sábado de carnaval. A equipe assustou no início, mas se recuperou, virou o jogo e marcou 3 a 1. Quando a partida parecia ganha, o Tigre parou em campo e permitiu a virada do time de Blumenau. Ao avançar, o adversário encurralou o Criciúma – que buscou forças no final da partida para marcar dois gols e garantir os três pontos. Entretanto, a vitória do Avaí por 3 a 0 contra o Almirante Barroso garantiu o título do Turno ao time da capital.

No primeiro minuto de jogo, Edson tocou para Barreto, mas o volante vacilou, não viu o adversário e perdeu a bola, Elber tocou para Paulo Victor que chutou forte no canto de Edson para marcar 1 a 0.

Intranquilo, Barreto errou novamente na saída de bola aos 2 minutos, mas Raphael Silva corrigiu. Aos 7 minutos, Barreto tentou se redimir na partida e chutou forte mas Vilar pegou. Um chute de surpresa do jogador tricolor.

Tigre x Metro - Foto Caio Marcelo CEC 7Aos 11 minutos, a defesa do Metropolitano tentou fazer linha de impedimento, mas Pitbull lançou para Helio Paraiba que tirou do goleiro para empatar. 1 a 1. Maranhão, lateral do time de Blumenau, dava condições.

O Criciúma seguiu tocando bola e aos 18 minutos, Marlon cruzou e quando Helio Paraiba ia colocar pra o gol, Elton jogou pela linha de fundo. O jogo era de um time só e o Tigre tomou o gol em um acidente.

O Metropolitano não apertava a saída de jogo do tigre pois concentrava-se mais no meio campo. Aos 26 minutos, Caio Rangel cruzou, Elton furou e Raphael Silva apareceu e chutou para a defesa de Vilar.

Aos 28 minutos, Caio Rangel novamente cruzou, após toque de bola, Marlon recebeu na esquerda e chutou forte, a bola passou perto do travessão. O Criciúma dominava o jogo e parecia questão de tempo para virar.

Aos 39 minutos, Maranhão cruzou, Raphael Silva desviou, Helio Paraiba entrou pelo meio e Pitbull colocou para o gol, mas o árbitro marcou falta em um lance que não ficou clara a marcação.

Tigre x Metro - Foto Caio Marcelo CEC 4O Tigre pressionou o time de Blumenau e colocou todo o time adversário atrás da linha do meio campo, mas não conseguiu desempatar no primeiro tempo. “Foi um bom jogo, tomamos um gol no vacilo, mas tivemos mais volume de jogo, agora só precisamos ser mais decisivos”, disse o lateral Ricardinho no intervalo.

Na etapa final, aos dois minutos, Alex Maranhão recebeu a bola na linha da área e chutou para fora. Pitbull reclamou do lance pois estava bem posicionado.

A virada Tricolor surgiu aos 9 minutos, Alex Maranhão cobrou falta pela direita, em jogada ensaiada, tocou para Douglas Dodi que chutou mal, mas a bola pegou no zagueiro e sobrou para Ricardinho soltar o pé e marcar: 2 a 1.

Aos 17 minutos, Diego Giaretta começou a jogada, tocou para Caique Valdivia que abriu para Marlon. O lateral cruzou e o zagueiro continuou no ataque e apareceu na área para chutar de virada, com a perna esquerda, e marcar 3 a 1 para o Criciúma.

Tigre x Metro - Foto Caio Marcelo CEC 2A resposta do time de Blumenau foi rápida. Aos 21 minutos, Alemão foi lançado, invadiu a área e chutou na saída de Edson para descontar. 3 a 2. A zaga do Tigre estava em linha e vacilou na marcação.

O Metrô se empolgou e começou a atacar o Criciúma até empatar a partida aos 26 minutos. A zaga do Criciúma falhou feio. Breno cruzou da direita e Sabiá entrou pelo meio para empatar em um toque de letra: 3 a 3.

Aos 34 minutos, Douglas Dodi chutou forte, o goleiro Vilar “bateu roupa” e Pitbull marcou, mas estava em completo impedimento.

Aos 36 minutos, a defesa do Criciúma ficou totalmente exposta e no contra-ataque, Sabiá arrancou praticamente do meio-campo, passou por Giaretta e tirou de Edson para marcar 4 a 3 para o Metrô.

Tigre x Metro - Foto Caio Marcelo CEC 6O Tigre ainda teve forças para empatar a partida: aos 43 minutos Marlon cruzou da esquerda, de perna direita, e Valkenedy foi infeliz e marcou contra: 4 a 4.

Dois minutos depois, Marlon, o melhor em campo, cruzou novamente, após toque de Alex Maranhão, e Caique Valdivia apareceu para marcar: 5 a 4 aos 45 minutos. Quem fez a folia no carnaval foi a torcida carvoeira, apesar dos sustos.

Campeonato Catarinense – 8ª Rodada – Primeiro Turno

25/02 – Sábado – 16h30, estádio Heriberto Hülse

CRICIÚMA

Edson; Ricardinho, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon; Barreto (Caique Valdivia), Douglas Dodi e Alex Maranhão; Caio Rangel, Helio Paraiba (Pimentinha) e Adalgiso Pitbull. Técnico: Deivid

METROPOLITANO

Ricardo Vilar; Maranhão (Breno), Willian Rodrigues, Élton e Rodolfo; Valkenedy, Max Carrasco (Alemão), Elber, Mazinho e Paulo Victor (Alisson); Sabiá. Técnico: César Paulista.

Arbitragem: Leandro Messina Perrone. Auxiliares: Neuza Inês Back e Clair Dapper.

Gols: Adalgiso Pitbull (11/1T) , Ricardinho (9/2T), Diego Giaretta (17/2T), Valkenedy – contra (43/2T) e Caique Valdívia (45/2T) (C); Paulo Victor (1/1T), Alemão (21/2T), Sabiá (26/2T) e (36/2T) (M)

Cartão Amarelo: Helio Paraiba e Adalgiso Pitbull (C);  Breno e Rodolfo (M)

Cartão Vermelho: Não Houve

Público: 1.576

Renda: R$ 14.725,00

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.