Diretor diz que Criciúma e Wink não foram procurados pelo Inter

Edson Gaúcho concedeu entrevista após especulações de que o técnico Carvoeiro iria para o time do Beira Rio

Foto: Lucas Colombo/arquivo/DN
- PUBLICIDADE -

Marciano Bortolin

Criciúma

- PUBLICIDADE -

A má fase do Internacional de Porto Alegre, que ocupa a sexta colocação no Campeonato Brasileiro da Série B com 24 pontos e não consegue engrenar na competição, geram especulações sobre a saída do técnico Guto Ferreira. Entre os nomes que surgem na Capital Gaúcha está o do comandante do Criciúma, Luiz Carlos Wink, que pegou o Tigre na última colocação com nenhum ponto somado, iniciando uma recuperação que hoje coloca o Carvoeiro em nono com 23 pontos.

A ascensão Tricolor que tem Wink como um dos protagonistas chama atenção da direção Colorada, porém o Diretor Executivo de Futebol do Criciúma, Edson Gaúcho diz que ninguém foi procurado para tratar do assunto. “O Inter não procurou o clube nem o Wink. Não podemos negar as especulações e onde há especulação, pode haver verdade, pois no futebol o que é verdade hoje pode ser mentira amanhã”, enfatiza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.