- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Florianópolis

- PUBLICIDADE -

Ao final da partida, o técnico Deivid deixou a habitual tranquilidade de lado e esbravejou contra a arbitragem de William Machado Steffen. “É ridícula essa arbitragem. Horrivel, horrível, horrível!!! Esse trio é horrível. Não pode um cara desse pra apitar o jogo. Mais uma vez eu tive o gol anulado e o Criciúma sai prejudicado. É uma vergonha essa arbitragem daqui de Santa Catarina. Esse William é muito fraco. Não dá”, bradou.

O Criciúma teve um gol anulado no primeiro tempo – marcado por Raphael Silva – e outro na segunda etapa, convertido por Caio Rangel. “Eu trabalho durante a semana toda, perco um jogo desses por 4 a 2 e sempre é contra o Criciúma. Foi hoje, foi contra o Avaí. Onde vai parar isso?”, perguntou. “Você tem que ganhar do árbitro, do time adversário e do bandeira. É sempre contra o Criciúma, daí não dá. Você trabalha e vem um cara desses apitar. Horrivel”, completou o técnico.

Sobre o resultado, Deivid disse que o Criciúma levou os gols por falta de atenção. “Algo que nós conseguimos neutralizar dentro do vestiário, falando sobre a bola parada e os dois gols que a gente tinha levado, mas voltamos com uma desatenção enorme. Não podemos tomar quatro gols dessa maneira: eles criaram quatro chances e fizeram. Nós não conseguimos tirar vantagem da pressão da torcida sobre eles. Temos que aprender com os erros”, finalizou

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.