- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Joinville

- PUBLICIDADE -

O técnico do Criciúma lamentou o gol sofrido aos 49 do segundo tempo e admitiu que, novamente, a equipe errou na derrota de ontem. “A gente precisa ter leitura da jogada. Se tiver dois contra um, precisa sair um da área para dobrar a marcação. Eu falo para eles desde janeiro: o cara quando vai na linha de fundo, cruza para trás. Dificilmente muda. O zagueiro brasileiro quer proteger o goleiro, tem é que proteger a bola que vem de trás. Mais uma vez tomamos o gol em erro nosso”, disse o treinador.

Deivid avaliou como positiva a atuação, até a expulsão de Barreto, e diz que a equipe precisa amadurecer. “Nós tivemos um gol legítimo no primeiro tempo e conseguimos controlar bem o jogo. Em algumas situações, oscilamos. No segundo tempo, voltamos com outra postura. Até a expulsão, a gente tinha finalizado umas seis ou sete vezes e depois da expulsão nos prejudicou. A gente fica triste, pois o planejamento era de ganhar este jogo, o que não aconteceu. Mais uma vez, em erros individuais da nossa equipe, não conseguimos segurar o resultado que a gente tava conseguindo até o minuto 49 e tomamos o gol em erro nosso. Precisamos amadurecer como atleta, homens, ou a gente vai tomar gols assim sempre”, finalizou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.