- PUBLICIDADE -

Fraiburgo

Considerado um dos maiores eventos do fora-de-estrada nacional, o novo Transcatarina levou três dias de muita aventura e emoção aos mais de 800 pilotos que alinharam os veículos no grid. 243 carros formaram uma caravana que percorreu cerca de 700 quilômetros entre a serra e o litoral. De Fraiburgo a Itajaí (com paradas em Canoinhas e Rio Negrinho), vários foram os obstáculos superados, a começar pela resistência física e psicológica de cada integrante.

- PUBLICIDADE -

A cidade de Criciúma foi representada pelo piloto Neri de Nez Júnior, que esteve ao lado do navegador Cristiano Marcelino Souza, de Sideropólis; eles participaram da categoria mais radical de todas: a Adventure. A dupla foi boa de volante e estratégia, superou diversos obstáculos em meio a mata fechada de plantação de pinus, grandes erosões, pedras e muita lama, além de travessias de rios e riachos.

Organizado pela SC Racing, o Transcatarina tem seis categorias: Máster, Graduados e Turismo (de competição), e Passeio Radical e Adventure (de aventura), além da Amigos do Rally  – logo, o evento é capaz de atrair pessoas com gostos bem variados para o fora-de-estrada. “Nosso objetivo é fomentar essa grande família, que cresce a cada ano. Temos pessoas que gostam de competir, outras que curtem uma trilha bem pesada sem se preocupar com tempo, e aqueles que gostam de se divertir sem tantos obstáculos. Conseguimos reunir diversos tipos de perfis de off-roaders, por isso, para estar conosco, basta ter um 4×4 e escolher uma categoria”, disse satisfeito o diretor geral da SC Racing, Edson João da Costa, que comemora o sucesso de mais uma edição do Transcatarina.

Agora, abriu-se a contagem regressiva para os dez anos de Transcatarina. Se 2017 foi bom, que não haja dúvidas de que 2018 será ainda melhor! O 10º Transcatarina virá com muitas surpresas para a nação 4×4.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.