- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Foto: Lucas Colombo/DN

Após a derrota para o Juventude, na noite desta terça-feira, o Tigre terá 11 dias para trabalhar até o confronto diante do CRB, em Maceió, no sábado, dia 23. Para este jogo, o técnico Luiz Carlos Winck ainda não deve ter o retorno do zagueiro Raphael Silva. “Ele ainda está no departamento médico, nem começou a transição ainda. Vamos esperar que ele volte a trabalhar em campo no início da semana que vem. Talvez ele volte contra o CRB, mas pode ser que a gente tenha que segurar um pouco mais”, disse Winck, em entrevista coletiva, após o jogo diante dos gaúchos.

O meia Erick Flores trabalha a parte física e também não tem retorno garantido diante dos Nordestinos. “Ele tem déficit em relação aos demais, os números mostram isso. Não é culpa do jogador, porque ele já veio abaixo do Boa Vista. Não vou expor o jogador: qualidade ele tem, mas precisa trabalhar a parte física”, explicou o treinador. O atacante Caio Rangel sentiu a coxa, após o treino de segunda-feira, e nem relacionado foi para o jogo diante do Juventude. Ele deve fazer exames nesta quarta-feira. O atacante Fabinho Alves segue se recuperando de entorse no joelho e não tem data para retorno.

Não há atletas suspensos para o confronto contra o time de Maceió. Diogo Mateus, Diego Giaretta, Jocinei e Ricardinho tem dois cartões amarelos.

Os jogadores se reapresentam nesta quarta-feira à tarde e treinam no CT do clube. Quem jogou mais tempo diante dos gaúchos fará um treino regenerativo e os demais fazem trabalho técnico e tático no gramado.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.