- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Brusque

- PUBLICIDADE -

Tranquilidade. Essa é a palavra que o técnico Deivid mais repete durante as entrevistas coletivas. Mesmo perdendo as duas primeiras partidas na temporada, o comandante tricolor acredita que o time está no caminho certo, demonstra evolução, e só precisa vencer o primeiro jogo para ganhar confiança. A nova chance do Criciúma buscar o triunfo é hoje, às 19h30, diante do Brusque, fora de casa.

Treino do Criciúma - Tcharlles Fernandes  (122)-minOs 11 titulares serão os mesmos dos confrontos contra Fluminense e Avaí. Poupado do treino de terça-feira, o volante Barreto treinou normalmente ontem pela manhã, no último trabalho antes da viagem para o Norte do Estado, e está confirmado entre os jogadores que começam a partida. “Vamos manter a equipe. Como eu sempre falo: futebol é confiança. Não adianta jogar uma partida ruim e começar a trocar. A gente precisa de um padrão e coerência. Vamos colocar quem está jogando e no decorrer da partida mexer. O Barreto deu uma descansada porque sentiu um incômodo, mas não é grave. O mais importante é fazer uma grande partida e sair de lá com os três pontos”, destacou Deivid.

Para transformar as boas atuações, que o time apresentou contra os cariocas e no primeiro tempo do clássico de sábado, em gols, o técnico diz que o time precisa ser mais “agressivo” no último terço do campo. “Não adianta criar, chegar ali e ficar lento, a bola voltar, então, temos que ser agressivos e isso faltou no segundo tempo contra o Avaí”, explicou o comandante.

Jheimy ganha confiança do chefe

Mesmo em má fase técnica, o centroavante Jheimy permanece entre os titulares. Atacante de sucesso quando jogador profissional, Deivid conversou com o centroavante e passou confiança ao camisa 9 do Tigre – que perdeu uma chance clara de gol no primeiro minuto da partida contra o Avaí. “Atacante vive de gols, não importa se está jogando bem ou mal. O que vale pra ele é o gol. Eu falei para o Jheimy: tu só vai parar de perder gols quando parar de jogar futebol, enquanto você estiver em campo, você vai perder. Não foi o primeiro, nem o último. Então, você precisa acostumar. Eu só quero que, quando perca o gol, levante a cabeça e vá procurar outro. Não adianta se abater, porque só você pode se recuperar. Ele tem qualidade, só precisa demonstrar. Na minha vida foi assim também. Eu tenho passado confiança pra ele”, enfatizou Deivid.

Treino do Criciúma - Tcharlles Fernandes  (23)-minO técnico do Criciúma garante que o grupo de jogadores não ficou abatido após as primeiras derrotas e o fato pôde ser comprovado no bom humor e descontração presentes entre os jogadores no treino de ontem pela manhã. “Eu falei que não adianta criar ‘uma tempestade em copo d’água’. Você tem que ter tranquilidade. O ano começou agora, recém jogamos duas partidas, nós temos mais oito jogos no primeiro turno e precisamos ter tranquilidade. Eu passei para eles: o Cuca quando chegou no Palmeiras perdeu três ou quatro jogos e foi campeão brasileiro. O Mourinho, no Manchester, perdeu cinco. Só está começando um longo ano. Nós já identificamos o que precisamos, eu tenho falado muito com o presidente. Nós precisamos começar a vencer, porque depois ganha confiança, vem a leveza e isso é mais importante”, explicou Deivid.

Jogo competitivo

O retrospecto do Criciúma contra o Brusque não é bom no Augusto Bauer – palco do jogo de hoje. Assim, o técnico Deivid espera uma partida complicada hoje à noite. “Eu olhei a partida deles contra o Figueirense. É uma equipe que briga muito, tem uma marcação forte e vai ser um jogo muito competitivo. Esperamos assim. Lá é um estádio onde a torcida joga junto, mas nós temos totais condições de sair com a vitória”, finalizou.

Campeonato Catarinense 2017 – Primeiro Turno – 2ª Rodada

02/02 – 19h30 – estádio Augusto Bauer, em Brusque

BRUSQUE

Rodolpho; Carlos Alberto, Clayton, Neguete e William; Mineiro, Boquita, Pedrinho, Assis e Michel Douglas; Jonatas Belusso. Técnico: Mauro Ovelha

CRICIÚMA

Luiz; Maicon Silva, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon; Barreto, Douglas Dodi e Alex Maranhão; Pimentinha, Jheimy e Adalgiso Pitbull. Técnico: Deivid

Arbitragem: William Machado Steffen. Auxiliares: Henrique Neu Ribeiro e Fabiano Coelho da Silva

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.