- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Azulão da Montanha conheceu a segunda derrota na tarde deste domingo pela Taça Carvão Mineral. Jogando no estádio João Zanette, bairro Boa Vista, em Criciúma, devido à uma punição, o Caravaggio perdeu por 2 a 1 para o Mãe Luzia. Ricardinho abriu o marcador aos 8 minutos da primeira etapa. Jean Moser deixou tudo igual aos 34 ainda do primeiro tempo. Na etapa final, Rumenigue perdeu um pênalti para o time de Criciúma aos 3 minutos. Depois, o time de Nova Veneza pressionou os criciumenses, que contaram com uma grande partida do goleiro Rafael. Então, em um contra-ataque, o volante Pipoca apareceu pela esquerda e cruzou, o zagueiro Leonardo foi tentar afastar e colocou contra o próprio patrimônio: 2 a 1 para o Mãe Luzia em uma infelicidade do zagueiro do Azulão.

No outro jogo do domingo, o Araranguá bateu o Lauro Müller por 5 a 2. Maikon, aos 13 minutos, Renan Maia, aos 18 e Gutierri aos 25 minutos da etapa inicial fizeram 3 a 0 para o time da casa. Rodrigo Hoffmann descontou ainda no primeiro tempo. Lucas, aos 6 minutos da etapa final, deu emoção à partida: 3 a 2. Porém, Ramon e Cristian, aos 14 e 25 minutos, deram números finais à partida.

Metropolitano, Cocal do Sul e Araranguá lideram a competição de futebol amador com seis pontos.

Segunda Rodada – Regional da Larm

Sábado – 23/09 – 15h30min

Mesquita 4 x 2 Internacional – CT Emerson Almeida, em Araranguá

Meleiro 0 x 3 Metropolitano – Estádio Municipal Enzo Pelegrini, em Meleiro

Cocal do Sul 3 x 2 Turvo – Estádio Walmor Mário Guollo, em Cocal do Sul

 

Domingo – 24/09 – 15h30min

Caravaggio 1 x 2 Mãe Luzia – Estádio João Zanette, bairro Boa Vista, em Criciúma

Araranguá 5 x 2 Lauro Müller – Estádio Dite Freitas, Morro dos Conventos, em Araranguá

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.