- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Goiânia

- PUBLICIDADE -

O objetivo do Tricolor Carvoeiro era pontuar fora de casa e a meta foi alcançada, na noite desta sexta-feira, com o 0 a 0 diante do Vila Nova, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, na capital goiana. Em partida equilibrada, o Criciúma dominou grande parte do confronto, ainda mais no segundo tempo, mas não conseguiu marcar o gol. A equipe esteve bem postada na defesa e, assim, se mantém no meio da tabela da Série B.

Antes do primeiro minuto, Lucão chutou da intermediária e a bola desviou no zagueiro quase traindo o goleiro Wendell. O Tigre começou a partida com mais posse de bola e ditando o ritmo de jogo, se impondo no campo do adversário. A marcação forte do Criciúma deixava o Vila Nova perdido na partida e dominando o jogo. Aos 9 minutos, Lucão desviou a bola de cabeça para Silvinho na esquerda, ele invadiu a área e chutou para fora. Boa chance perdida pelo Tigre.

Vila Nova x Tigre - foto Douglas Monteiro - comunicação Vila Nova EC (1)Aos 14 minutos, após uma bola lançada, Alípio desviou de cabeça, ganhando de Raphael Silva, Moises entrou na área, cara a cara com Luiz, mas bateu pra fora. O Criciuma escapou em uma boa chance do adversário. Um minuto depois, Moises foi derrubado na intermediária pela direita, na cobrança de Alan Mineiro, a bola atravessou a área e saiu perigosamente. Boas chances dos donos da casa. O jogo ficou mais equilibrado depois dos 15 minutos do primeiro tempo.

O Criciúma voltou a trocar passes no campo do adversário. Aos 22 minutos, Caio Rangel foi derrubado perto da meia lua. Falta. Na cobrança ensaiada, Diego Giaretta chutou na barreira. Aos 30 minutos, Jonatan Lima errou a saída de bola, Alipio roubou, tocou para Alan Mineiro que avançou e chutou para a defesa de Luiz. Vacilo do Tigre e lance de perigo dos donos da casa. O Criciúma perdeu território e deixou o Vila avançar e tomar conta do jogo. Aos 33 minutos, Alan Mineiro recebeu dentro da área, pela direita, e chutou cruzado para fora. O Tigre diminuiu o ímpeto. Aos 35 minutos, Giaretta falhou na saída de bola pela esquerda, perdeu e cometeu falta. Na cobrança, a zaga afastou. O Criciúma terminou o primeiro tempo procurando valorizar a posse de bola para reequilibrar o jogo. “Jogo muito truncado. A equipe do Vila Nova é qualificada, temos que manter a atenção no segundo tempo para tentar uma chance e vencer o jogo”, disse o atacante Lucão, no intervalo.

Vila Nova x Tigre - foto Douglas Monteiro - comunicação Vila Nova EC (3)Ambas as equipes voltaram buscando o ataque, mas com muita marcação na defesa e saída de bola rápida. Maior posse de bola do Tricolor Carvoeiro, que tocava bem, mas não conseguia entrar na defesa do adversário. Aos 11 minutos, após boa troca de passes, Silvinho chutou desajeitado, pela linha de fundo. O Criciúma sufocava o adversário, mas sem chances claras de gol. Aos 18 minutos, Diogo Mateus cruzou, a zaga afastou e Lucão chutou forte, da entrada da área, para a defesa de Wendell. Aos 20 minutos, Barreto alçou a bola para área, mas Diego Giaretta, sem ângulo, chutou para fora.

O Criciúma dominou a partida até a metade da etapa final. O jogo ficou mais truncado, mas aos 25 minutos, Moises recebeu a bola na área, em falha de Raphael Silva, e marcou. Porém, ele estava impedido. Aos 29 minutos, o Tigre errou a saída de bola, Alan Mineiro recuperou e chutou forte, mas pela linha de fundo. Aos 32 minutos, Diogo Mateus cruzou e Lucão cabeceou para boa defesa de Wendell. Aos 35 minutos, Alisson Farias fez boa jogada pela esquerda, tocou para Barreto dentro da área que passou para Lucão girar e chutar no pé da trave esquerda de Wendell. A melhor chance do jogo foi do Criciúma. Os times seguiram buscando abrir o placar, mas o 0 a 0 insistiu em permanecer no placar.

Campeonato Brasileiro – Série B – 11ª Rodada

30/06 (sexta-feira) – 20h30 – estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO)

VILA NOVA

Wendell; Brunão (Wallyson), Guilherme Teixeira, Wesley Matos e Gastón Filgueira; Geovane (Claudinei), PH, Maguinho (Leo Rodrigues) e Alan Mineiro; Alípio e Moisés. Técnico: Hemerson Maria.

CRICIÚMA

Luiz; Diogo Mateus, Raphael Silva, Edson Borges e Diego Giaretta; Barreto (Ricardinho) e Jonatan Lima; Caio Rangel (Alisson Farias), Douglas Dodi e Silvinho (Marlon); Lucão. Técnico: Luiz Carlos Winck

Arbitragem: Daniel Nobre Bins. Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Michael Stanislau. (Trio do RS).

GOLS: Não Houve

Cartões Amarelos: Diego Giaretta e Lucão (C); PH, Guilherme Teixeira e Geovane (VN)

Cartões Vermelhos: Não Houve

Público: 9.214

Renda: R$ 142.730,00

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.