Problemas são registrados na volta às aulas

Ausência de professores em algumas turmas e salas interditadas foram registradas no primeiro dia de aula

Foto: Francis Leny/DN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

O início da semana foi marcado pelo começo do ano letivo de 2017 na maior parte das escolas da região. Com o retorno das atividades, também voltaram a ser registrados problemas típicos da época, como a falta de professores em algumas disciplinas e dificuldades com a estrutura de algumas instituições.

- PUBLICIDADE -

A desistência de professores logo no primeiro dia é um dos pontos que mais causam transtornos, pois gera incertezas para o início do ano letivo. “Essas são situações bem pontuais. Os diretores já estão administrando essa situação conforme lhes é possível”, esclarece a gerente Regional de Educação de Criciúma, Jucilene Fernandes

Para resolver o problema, uma terceira chamada de professores Admitidos em Caráter Temporário (ACTs) será realizada a partir de quarta-feira, 15.

 

Remanejamento em Orleans

Em Orleans, a Escola de Educação Básica (EEB) Cônego Santos Spricigo, que pertence à rede municipal, começou o ano parcialmente interditada. Em outubro do ano passado, um vendaval arrancou parte do telhado de uma sala e comprometeu o forro de outras próximas. Com isso, os alunos precisaram ser remanejados para outros locais, para não sofrer atrasos ou prejuízos no ensino.

 

Confira a reportagem completa na edição desta terça-feira, 14, do jornal Diário de Notícias.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Suelen Bongiolo
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.