Mostra Pedagógica do Sesi Escola reúne comunidade

Sesi Escola esteve de portas abertas revelando a comunidade escolar os percursos de aprendizagens dos estudantes

Foto: Divulgação/DN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

O Sesi Escola Criciúma reuniu neste fim de semana alunos, professores, pais e a comunidade em geral. Este encontro foi proporcionado pela Mostra Pedagógica da instituição, mais um canal de comunicação entre família e escola, que visa revelar os percursos de aprendizagens dos alunos, mostrando recortes de projetos, pesquisas e descobertas.

- PUBLICIDADE -

A iniciativa também pode ser considerada um momento de construir novas aprendizagens, pois ao percorrer os espaços expostos na Mostra Pedagógica foi possível perceber as potencialidades dos projetos e pesquisas compartilhados pelos alunos de cada ano escolar do ensino fundamental, se consolidando em uma grande rede colaborativa de aprendizagem.

De acordo com a supervisora educacional do Sesi Escola Criciúma, Fabiana Martinello Paez, a água (O ciclo da água e o ciclo da vida: uma única essência) foi o tema da Mostra Pedagógica deste ano. Foram ressaltadas a sua importância como recurso natural vital e de tema de discussão mundial dado a necessidade de sua preservação. “O tema água faz-se presente em grande parte do currículo do ensino fundamental como conteúdo a ser estudado desde os anos iniciais até os finais, em diferentes contextos, provocando e possibilitando uma visão interdisciplinar e transdisciplinar do tema. Isto permite aos nossos alunos pesquisas e projetos e que eles desenvolvam habilidades de análise e de solução dos problemas encontrados” destaca.

Entre os cenários preparados pelos alunos do Ensino Fundamental, do 1º ao 9º ano, que representa 280 alunos da instituição, estiveram presentes alguns espaços, que destacaram para a importância da prática da atividade física e similar importância que a água tem no corpo humano; e um túnel que simulou de forma lúdica todo o processo de digestão do alimento considerando a água como elemento essencial.

Outra sala de aula reproduziu uma grande floresta, apontando para a importância da preservação da mata ciliar para a sobrevivência dos rios e outro projeto que resgatou a discussão sobre o Rio Criciúma, e o mistério de ter sido escondido nas últimas décadas, as razões disto, revelando as descobertas com um documentário, maquetes, inclusive trazendo algumas propostas de melhorias para a preservação do rio.

Conforme a supervisora educacional do Sesi Escola Criciúma Schirlei Gomes Broch Heleodoro, os alunos foram instigados a pensar conscientemente sobre o uso correto da água e buscar melhorias.

Com todos os experimentos elaborados pelos alunos, de acordo com o vice-presidente regional Sul da Fiesc, Diomicio Vidal, o Sesi Escola Criciúma prova que está a frente do seu tempo. “Com certeza este cenário construído pelos professores e pelos alunos é o que de melhor temos em educação na região. É o ensinamento teórico e prático caminhando lado a lado”, comenta.

Com três filhos matriculados no Sesi Escola, sendo dois deles no Ensino Fundamental, Wagner Cardoso e Adriana Bristot, estiveram presentes mais uma vez na Mostra Pedagógica do Sesi Escola. “É fundamental a escola estar de portas abertas para receber os pais e toda a comunidade. Sempre comparecemos, pois a família e a escola devem caminhar juntas sempre”, comentam os pais de Vitor e Lucas, de 10 e 8 anos, respectivamente.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.