Equipe de robótica do Sesi se classifica em torneio

Equipe Carvoeiros Robots, de Criciúma, foi uma das vencedoras da seletiva regional de uma das maiores competições de robótica do mundo. Com a conquista, grupo foi classificado para a fase nacional

Foto: Divulgação/Sesi Escola Criciúma
- PUBLICIDADE -

Joinville

A Equipe Carvoeiros Robots, do Sesi Escola de Criciúma, foi uma das vencedoras da seletiva regional de um dos maiores torneios de robótica do mundo, o First Lego League (FLL). O evento foi promovido em parceria com o Sesi, entidade da Fiesc, em Joinville, nos dias 24 e 25 de novembro, e recebeu a visita de aproximadamente 10 mil pessoas no Centreventos Cau Hansen.

- PUBLICIDADE -

Com a conquista na etapa regional, a equipe foi classificada para participar da fase nacional do torneio, que será realizada em Curitiba/PR, em março de 2018. “A emoção é indescritível. É o trabalho de meses sendo recompensado. Os alunos foram incansáveis na busca de informações e de ajuda de pessoas para fazer um bom trabalho. A recompensa é para os alunos, para a escola, familiares e todos que nos ajudaram neste projeto”, enaltece o treinador da equipe Carvoeiros Robots, Cleber Marinho.

A alegria também foi compartilhada pelo vice-presidente regional Sul da Fiesc, Diomício Vidal. “Esta é uma conquista muito importante para a nossa regional. Esta é uma importante premiação que mostra a capacidade dos nossos jovens e o futuro brilhante que eles terão pela frente”, garante Vidal.

A diretora do Sesi Regional Sul, Jovilde Parisotto, também acompanhou os dois dias de torneio e considerou uma emoção ver os Carvoeiros classificados para a etapa nacional. “Investimos em Robótica na nossa escola, pois acreditamos que fará diferença na formação de nossos alunos, que desde pequenos nos surpreendem com ideias inovadoras,  habilidade para programar robôs e, acima de tudo, reconhecem a importância do trabalho em equipe”, garante Jovilde, que já sinalizou o interesse em receber em Criciúma uma etapa regional.

De acordo com Marinho, participaram 30 equipes de todo o Estado. “Nossos alunos criaram um robô autônomo para cumprir missões em cima de uma mesa, durante dois minutos e meio. Além disso, eles também foram avaliados no trabalho de equipe, cooperação, respeito com os outros grupos, design do robô, parte mecânica, de engenharia, pesquisa, entre outros fatores. Desenvolvemos uma pesquisa relacionada à água e apresentamos uma forma de reuso e tratamento de água dos lavatórios da escola. Todos estes quesitos foram premiados. Foi uma grata surpresa a terceira colocação geral, que nos credencia a ser um dos representantes na disputa nacional”, explica o treinador.

Na etapa nacional, que ocorrerá em Curitiba, estarão presentes as 70 melhores equipes de todo o Brasil, que irão disputar as vagas para o campeonato mundial. O torneio First Lego League reúne estudantes de nove a 16 anos com o desafio de montar suas equipes e construir robôs autônomos com peças de Lego. No desafio, os estudantes colocam os robôs para cumprir determinadas missões na mesa. Um dos maiores objetivos do evento é atrair os jovens e mostrar a eles que carreiras profissionais científicas e tecnológicas em áreas como engenharia, programação, desenvolvimento de softwares, entre outras, são promissoras.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Joinville

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.