Sicredi encerra 2016 positivo em Santa Catarina com expectativa de crescer em 2017

O resultado acumulado do ano somou mais de R$ 34,334 milhões, tendo crescido 105,62 % sobre o ano passado. Este valor será apreciado pelos associados durante o Processo de Assembleias que acontecem de fevereiro a abril de 2017, nas 15 cooperativas que atuam em Santa Catarina

- PUBLICIDADE -

 

 

- PUBLICIDADE -

O Sicredi, instituição financeira cooperativa, fechou o exercício de 2016 em Santa Catarina com um cenário diferenciado da realidade atual da economia brasileira. A operação acumulada do ano fechou com saldo positivo, somando ativos totais administrados acima de R$ 2,140 bilhões, que representam 33,21% de crescimento sobre igual período de 2015. “Estes números refletem a confiança dos associados na sua cooperativa. Este é um importante sinal para com os resultados alcançados. Agradecemos aos associados pela parceria, o trabalho realizado pelas cooperativas em 2016 e a visão de continuidade e engajamento, para que em 2017 tenhamos crescimento sustentável e superação nos desafios”, afirma Gerson Seefeld, diretor executivo da Central Sicredi Sul, que atua em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.

A instituição cooperativa vislumbra perspectivas de desafios para 2017, com cautela, mas otimista. “Justamente em situações onde a economia mostra dificuldades é que deveremos ter olhos para perceber as oportunidades. É importante que neste momento econômico, nosso trabalho esteja voltado ao fortalecimento das parcerias, gerando valor e renda aos associados”, ressalta Seefeld.

O resultado acumulado do ano somou mais de R$ 34,334 milhões, tendo crescido 105,62 % sobre o ano passado. Este valor será apreciado pelos associados durante o Processo de Assembleias que acontecem de fevereiro a abril de 2017, nas 15 cooperativas que atuam em Santa Catarina.

Por estas razões é que o diretor aponta as oportunidades de continuar crescendo em 2017. Fruto do perfil empreendedor do Sicredi que vem da capacidade de criar condições favoráveis para o associado gerando renda nos seus negócios. “Há muito trabalho e empenho de cooperativas e associados, entorno do engajamento à preservação da natureza cooperativa do negócio, na qual eles são os donos. Essa é a fórmula do Sicredi para conseguir manter crescimento e desempenho positivo frente as adversidades econômicas que o mercado passa atualmente”, pondera Seefeld.

Esta realidade garantiu que as 15 cooperativas de Santa Catarina, filiadas ao Sistema Sicredi, registrassem crescimento de mais de 16,2 mil associados sendo 9,84% Pessoa Física e de 15,03% na Pessoa Jurídica, somando mais de 166 mil associados. Houve também reflexo no aumento total de pontos de atendimento para 97, com presença em 76 municípios catarinenses (representando 26% do estado).

Seguindo na direção deste crescimento, a cooperativa Sicredi Sul SC, com área de atuação de Imbituba a Passo de Torres, também apresentou números positivos em 2016. Contando com quase 16 mil associados, teve um crescimento de 40,59% na captação de recursos e 38,20% na carteira de crédito. “Trabalhamos muito em 2016 para que conseguíssemos chegar ao resultado planejado e ainda ir além. Olhando para os números de 2016 e já focando em 2017, temos a certeza alcançaremos o nosso propósito continuando a atender as necessidades e as expectativas dos nossos associados”, enfatiza Erli Silveira Lima, diretor executivo da Sicredi Sul SC.

Para o ano de 2017, fazendo parte do plano de expansão da cooperativa, estão planejadas aberturas de duas novas agências, sendo uma em Imbituba e outra em Braço do Norte. “Hoje contamos com 11 agências em 7 municípios de nossa área de atuação. Queremos que nossa chegada em Imbituba e Braço do Norte seja muito positiva para essas comunidades e também para nossa cooperativa”, pontua Aloísio Westrup, presidente da Sicredi Sul SC.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.