Secretaria da Agricultura pede renegociação de dívidas dos produtores de cebola

Excesso de chuva prejudica safra de cebola em SC e eleva os preços do produto.

- PUBLICIDADE -
Produtores catarinenses de cebola enfrentam dificuldades na safra 2016/17. Com previsão de safra recorde, os produtores estão preocupados com a estagnação do mercado, uma combinação que faz o preço do produto cair no mercado interno e traz dificuldades para a cadeia produtiva. O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, explica que o cenário é ainda mais preocupante devido aos financiamentos contraídos para custeio e investimentos na área cultivada. Foram mais de R$ 162 milhões em financiamentos para produção de cebola na safra atual que devem ser pagos entre este mês de fevereiro e maio.
Em Santa Catarina, os produtores dependem de financiamentos, em especial crédito de custeio e de investimentos, para a manutenção da área cultivada. De acordo com os dados do Banco Central do Brasil, na safra 2016/17, os produtores contrataram 3.964 operações de crédito, um montante que passa de R$ 162 milhões. Como grande parte desses financiamentos é feita por agricultores familiares e muitos deles não conseguirão honrar seus pagamentos entre fevereiro e maio, a intenção da Secretaria da Agricultura é interceder junto ao Governo Federal e aos órgãos financeiros para a prorrogação dos prazos de pagamentos.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Florianópolis

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.