Samae de Urussanga alerta sobre o uso racional da água

Sistemas de captação de água do município estão trabalhando no limite da capacidade

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

O Samae de Urussanga faz um alerta aos moradores do município sobre a necessidade do uso racional da água. Devido a falta de chuvas em volume expressivo que vem ocorrendo nos últimos meses, os oito sistemas de abastecimento (que incluem o centro e interior da cidade) estão trabalhando no limite da capacidade.

“Em alguns casos como Rio Salto, Santana, Rio Carvão, Rio Café/São Pedro, a reserva de água nas represas já está abaixo do limite, o que pode dificultar o abastecimento nesses locais. Na comunidade de Belvedere, o abastecimento está sendo realizado de caminhão pipa”, esclarece o diretor do Samae, Filipo de Brida.

- PUBLICIDADE -

Já no Centro da cidade, a captação de água que é realizada na represa da comunidade de Morro da Lagoa, está sendo complementada com a captação de água da represa do Rio Maior, onde o sistema de bombeamento é limitado. “Nesta primeira quinzena de setembro não há previsão de um volume considerado de chuva que poderá mudar esta situação. Por isso reforçamos a importância de toda a comunidade fazer a sua parte, evitando lavar calçadas, carros e casas e, além disso, fazer um uso consciente da água. Essas medidas são importantes para que não haja possíveis interrupções do fornecimento ou o racionamento de água”, esclarece Filipo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Urussanga

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.