Plasson participa do Siavs 2017

No evento que ocorre em São Paulo, empresa lança cinco produtos voltados à avicultura e suinocultura

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Criciúma/São Paulo

Referência em soluções em equipamentos e serviços para o segmento de aves e suínos, a Plasson do Brasil consolida posição dentro do Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (Siavs) 2017. A empresa multinacional, que tem na subsidiária do Sul Catarinense o maior faturamento, participa da feira em São Paulo, apresentando novos produtos com base na inovação. O evento é referência no setor, reunindo todos os elos da cadeia produtiva em um local voltado ao âmbito dos negócios.

- PUBLICIDADE -

No evento, a multinacional ainda celebra os 20 anos de atuação da unidade brasileira, com um trabalho cada vez mais consolidado. “Temos como principal diferencial a parceria sólida e a relação de confiança com os clientes e estar num evento da envergadura do Siavs nos dá mais uma ótima oportunidade de estreitar esse relacionamento”, destaca o diretor-presidente da Plasson do Brasil, Franke Hobold.

Produtos são lançados no evento

No estande da Plasson, os visitantes do Siavs conhecerão um pouco do rol de soluções da empresa e as cinco novidades lançadas na feira. Entre os lançamentos da multinacional está o “Active 20” (um controlador de aviários com plataforma avançada de comunicação), o “Sistema de Pesagem e Distribuição Controlada de Ração” (que automatiza as tarefas com precisão), o “derivador com cinco e/ou seis saídas” (que permite maior vazão do alimento) e o “inlet plástico” (para controle da entrada de ar externo nos galpões).

Confira mais detalhes na edição desta quarta-feira, dia 30, do jornal Diário de Notícias. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma/São Paulo

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.