Pesquisa de cliente oculto será realizada durante a Megaliquidação

Parceria entre a CDL de Criciúma e a Cliente Amigo promove levantamento para mensurar a qualidade de atendimento nas lojas participantes durante a promoção

Foto: Angélica Brunatto/DN
- PUBLICIDADE -

 

Uma das metodologias mais eficientes para a avaliação da qualidade de atendimento, o cliente oculto será utilizado durante a Megaliquidação de Criciúma. Entre 6 e 11 de fevereiro, pesquisadores contratados vão entrar nos estabelecimentos como se fossem um comprador comum a fim de avaliar todos os detalhes da rotina de atendimento.

- PUBLICIDADE -

A pesquisa encomendada pela CDL de Criciúma à Cliente Amigo, empresa especializada com sede em Criciúma, englobará visitas a lojas de diferentes segmentos e regiões da cidade (10% do total de empresas participantes da Mega). “Um levantamento como este serve para mensurar o nível de qualidade de atendimento em diversos pontos para que se perceba onde estão as virtudes e as melhores oportunidades de melhorias”, explica o diretor da Cliente Amigo, Claiton Pacheco.

Caminhos a serem seguidos no sentido de tornar a experiência dos consumidores mais agradável no comércio de Criciúma poderão ser determinados com mais clareza a partir dos resultados do levantamento de clientes ocultos, acredita a coordenadora de Marketing da CDL de Criciúma, Lúcia Búrigo. “O cliente oculto é uma pesquisa que escancara a forma real que a empresa recebe e trata os consumidores”, observa.

Realidade do atendimento ao cliente no Brasil

Com a experiência de coordenar pesquisas em mais de 15 mil pontos de venda em todo o país, Claiton Pacheco acredita que somente com a cultura da excelência em atendimento as empresas conseguem estabelecer um relacionamento com os clientes. “A visão voltada somente á venda, sem um bom-dia, boa-tarde, um sorriso, uma boa acolhida, o não oferecer produto a mais afastam o consumidor. É preciso que o atender sobreponha o vender. A venda é consequência do bom atendimento”, sublinha.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.