JBS recebe primeiro lote de carne bovina in natura dos Estados Unidos

Companhia amplia atuação no setor de cortes “premium” importados e espera entregar cerca de 150 toneladas mensais do produto ao food service brasileiro

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Com a abertura do mercado norte-americano para o comércio de carne bovina in natura brasileira, em 2016, a JBS também deu início à importação de cortes especiais de churrasco de sua unidade de negócios no país (picanha, maminha, fraldinha, alcatra, miolo de alcatra e costela) para oferecer ao food service brasileiro. O primeiro lote do produto, com 12 toneladas, foi aberto nesta quinta-feira, 04, no centro de distribuição da companhia, em São Paulo. Inicialmente, a expectativa é fornecer cerca de 150 toneladas do produto por mês.

Com a nova marca Chef’s Exclusive, o objetivo da JBS é atender à crescente demanda dos clientes brasileiros por produtos “premium”. As carnes contam com a chancela do United States Department of Agriculture (USDA) e possuem dois padrões, de acordo com o sistema de classificação de carcaças do órgão: Prime – carne de alta qualidade produzida a partir de animais jovens e bem terminados, com marmoreio abundante e ideais para assar e grelhar; e Choice – também de alta qualidade, diferencia-se da Prime por ter menor grau de gordura entremeada.

- PUBLICIDADE -

“Esta iniciativa vem para complementar o nosso portfólio de carne bovina de alta qualidade no Brasil. Ao contrário dos consumidores norte-americanos, os cortes de churrasco que estamos trazendo, como a picanha, por exemplo, já fazem parte do cardápio do brasileiro e, naturalmente, têm espaço garantido no mercado, com grande potencial de expansão”, comenta Bassem Sami Akl Akl, diretor técnico da JBS Carnes. O executivo conta, ainda, que a companhia tem a intenção de fornecer a carne norte-americana para o varejo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.