Fórum apresenta novas tendências em tintas

Criciúma recebeu nesta quinta-feira, 9, os principais fornecedores da indústria química, durante o 33º Fórum Paint & Pintura

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Criciúma foi sede do 33º Fórum Paint & Pintura de Tecnologia e Gestão em Tintas. Com 12% da produção nacional, Santa Catarina tem chamado atenção pela evolução no setor químico. O Fórum foi realizado no auditório Diomício Vidal, na Associação Empresarial de Criciúma (Acic).

- PUBLICIDADE -

O presidente do Sindicato da Indústria Química Sul Catarinense (Sinquisul), Edilson Zanatta, fez a abertura do evento. Ela falou da importância de Criciúma receber os principais fornecedores da indústria química, que trouxeram novas tecnologias, matéria-prima, lançamentos e inovações para o setor. “Ainda passamos por um momento de crise, mas podemos aprender muito com um evento deste porte”, destaca Zanatta.

O encontro reuniu especialistas do setor de tintas e teve em sua programação palestras de gestão, onde foram analisadas as projeções para o mercado brasileiro de tintas e impactos regionais e setoriais, além de novas oportunidades em segmentos de mercado. Entre os temas esteve “Vanadato de bismuto: Visão custo x benefício em cores saturadas”, abordado por Sergio Rubio, coordenador técnico da quantiQ. O Vanadato de Bismuto já é um pigmento bem conhecido pelos formuladores de tinta, principalmente em função de suas características de resistência à luz e à temperatura. Além disso, é possível produzir formulações com alto brilho, alta saturação e, principalmente, excelente cobertura. Tomando como referência essas duas últimas características, foram mostradas as vantagens em se produzir revestimentos com cores saturadas a partir dos vanadatos, evidenciando como o custo com o uso desses pigmentos pode ser mais competitivo do que quando são utilizados os amarelos orgânicos.

Outro assunto de destaque foi “Soluções em Epóxi para revestimentos industriais”, ministrado por Emeliane Vequi, executiva de vendas na MCassab; e Thiago Faria, desenvolvimento e suporte técnico em produtos epóxi na Olin. Foram apresentadas as soluções e a ampla linha da Olin em resinas epóxis, agentes de cura e diluentes reativos para o mercado de revestimentos. O Grupo MAST apresentou no evento a palestra “Medição da Aparência Antes e Depois do Intemperismo”, com Dario Mendonça, executivo de vendas. A medição da aparência: cor, brilho e casca de laranja, antes e depois da exposição ao intemperismo acelerado, por UV e Xenon e testes de corrosão em laboratório. Foram apresentadas também normas brasileiras para tintas imobiliárias.

O executivo da revista Paint & Pintura, Agnelo de Barros Neto, destacou que Criciúma é o Fórum que dá maior audiência e com público mais qualificado nos eventos realizados pelo Brasil. O evento geralmente é realizado em Recife, Rio de Janeiro e Curitiba. “Os principais fornecedores de tecnologias e insumos para o setor de tintas estiveram aqui para falar das novidades do mercado e de gestão”, explicou Neto.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.