Fiat Duna amplia mercado na Região

Presente desde agosto em Criciúma, Araranguá, Tubarão e Imbituba, tradicional empresa do Rio Grande do Sul aposta no Estado

Diretor comercial, Jader Guerreiro, comenta que uma pesquisa mostrou o potencial do Sul de SC. (Foto: Lucas Colombo/DN)
- PUBLICIDADE -

Bruna Borges
Criciúma

Fundada em 1965 na cidade de Taquara, no Rio Grande do Sul, como oficina mecânica, a Sulpeças cresceu, passou a vender peças de automóveis e, em 1974 se tornou uma concessionária representante da marca Chrysler. Em 1979, com a compra da Chrysler brasileira pela Volkswagen alemã, o proprietário da Sulpeças, Davenir Dreher, foi em busca de uma nova marca. Assim, há 37 anos, nasceu a parceria fiel da empresa com a Fiat, que hoje representa o crescimento do mercado de vendas de automóveis no Sul de Santa Catarina.
A relação da Sulpeças com a Região é explicada pelo diretor comercial da empresa, Jader Guerreiro. “Em julho compramos e em agosto assumimos quatro concessionárias Fiat, em Criciúma, Araranguá, Tubarão e Imbituba, nascendo a Fiat Duna. São 52 anos de empresa e 37 anos trabalhando exclusivamente com a Fiat. Apostamos no Sul de Santa Catarina por alguns motivos. Além da proximidade com as nossas concessionárias em Caxias do Sul (RS) e Gramado (RS), fizemos uma pesquisa que mostrou o potencial de crescimento econômico da Região”, conta Guerreiro.

- PUBLICIDADE -

Setor volta a crescer após quatro anos

O ano de 2017 foi o primeiro desde 2013 em que o mercado de automóveis apresentou crescimento no Brasil. Depois de um longo período de queda na venda de veículos, as concessionárias têm um futuro otimista pela frente. “A crise no nosso setor foi muito intensa, mas agora estamos vendo esta curva dar a volta por cima. Isto nos dá ainda mais confiança para investir”, salienta o diretor comercial, lembrando que por 14 anos a Fiat foi líder no mercado brasileiro, perdendo a posição há dois anos. Porém, nas regiões de Criciúma e Araranguá a marca conseguiu voltar à liderança. “Focamos no trabalho da marca e os resultados começaram a aparecer”, comemora.
O diferencial no atendimento aos clientes fez com que o grupo da Sulpeças, que inclui a Fiat Duna e a Fiat Marina (sócia no Rio Grande do Sul) fosse o mais premiado da regional, que vai de Florianópolis, passando por Chapecó, até o estado vizinho. “Temos oito título concedidos pela Fiat referente aos planos de qualidade da montadora. Além disso, ganhamos duas vezes como melhores do Brasil”, enfatiza Guerreiro. “Costumo dizer que a Sulpeças agrega tradição e confiança, com a gestão moderna. Temos um departamento que cuida exclusivamente do atendimento aos clientes pela internet e temos visto o crescimento do atendimento virtual”, complementa.

Projeção de mais crescimento

Com 300 colaboradores, sendo 90 no Sul de Santa Catarina, a Fiat Duna projeta ampliar ainda mais as atividades em breve. Em Imbituba a empresa tem apenas um ponto de venda. A ideia é tornar a concessionária como as demais do Sul, com oficina e departamento de pós-vendas.
Os veículos mais vendidos na Região são o Fiat Toro, o Fiat Mobi e o Fiat Argo. “O público aqui do Sul é muito fiel ao Strada, que é uma picape que se vende sozinha praticamente. Em fevereiro teremos o lançamento do Fiat Cronos, que é uma extensão do Argo. É importante a comunidade ir às nossas concessionárias conhecer os veículos. Com certeza serão bem atendidos. Nossas oficinas também oferecem um tratamento diferenciado”, convida Guerreiro.

Localização das concessionárias no Sul:

Duna – Criciúma
Rua Imigrante Meller, 30, bairro Pinheirinho
(48) 3461-0200

Duna – Tubarão
Rua José Alberto Nunes, 35, bairro Humaitá de Cima
(48) 3621-0400

Duna – Araranguá
Avenida Sete de Setembro, 1233, bairro Centro
(48) 3521-2626

Duna – Imbituba
Rua Florestal SN, bairro Nova Brasília
(48) 3255-3930

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.