Exportações de frango e suínos para o Japão protegem a economia em SC, afirma Colombo

Governador de Santa Catarina está em evento em Tóquio

Foto: Divulgação/DN
- PUBLICIDADE -

Tóquio

Na 14ª missão de negócios desde o início do governo, em janeiro de 2011, o governador Raimundo Colombo participou, na manhã desta segunda-feira, 6, em Tóquio, do seminário Oportunidades de Negócios, Parcerias e Investimentos entre Santa Catarina, Brasil e Japão, realizado na sede da Embaixada do Brasil. O objetivo do encontro, que contou com a presença de mais de 25 empresários japoneses, foi ampliar as ações comerciais entre o Estado e o Japão.

- PUBLICIDADE -

O embaixador André Corrêa Aranha do Lago abriu o seminário e elogiou o êxito que já existe nas relações e as possibilidades que se abrem nos negócios entre o governo de SC e os japoneses. Aranha do Lago lembrou que essa é a quarta visita que Colombo faz ao Japão.

Integram a atual missão os secretários da Fazenda, Antonio Gavazzoni, de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond Vieira, o deputado estadual Gelson Merisio, o presidente da Federação das Indústrias de SC, Glauco José Côrte, o vice-presidente da Fiesc, Gilberto Seleme, o diretor de Desenvolvimento Institucional da Fiesc, Carlos Henrique Ramos Fonseca, a coordenadora do Centro Internacional de Negócios da Fiesc, Tatiana Leal, e o diretor-executivo do Sindicato das Indústrias da Carne, Ricardo Gouvêa.

O governador disse que as primeiras palavras para o Japão são de agradecimento, porque na história catarinense os japoneses sempre estiveram presentes, num forte espírito de colaboração.

Temer em SC

Colombo informou que o presidente Michel Temer estará em SC no próximo dia 17 para inaugurar a sobre-elevação e a construção dos canais extravasores das barragens de Ituporanga e Taió. “Essas obras deverão minimizar os efeitos das enchentes no Vale do Itajaí”, explicou o governador.

Na área de negócios, Colombo destacou que as relações entre Santa Catarina e o Japão estão consolidadas com a venda de carnes de frango e suínos, entre outros produtos. “As exportações têm conseguido proteger a economia brasileira, garantindo a geração de empregos e, no caso de SC, apresentar o menor índice de desemprego do Brasil”, observou.

O governador afirmou que as agroindústrias catarinenses ainda estão se adaptando às exigências dos japoneses que preferem a carne suína com maior volume de gordura. “Esse produto diferenciado está sendo feito e, por isso, SC está crescendo na escala comercial, mas a grande vantagem é que as exportações trouxeram estabilidade para o setor, que vive em ampla expansão, diferente do que era em 2011 e 2012”, disse Colombo, que prevê um crescimento ainda maior nas relações entre o Estado e o Japão.

O governador lembrou, ainda, que a província de Aomori, hoje Estado irmão de SC, foi fundamental no desenvolvimento da produção de maçã na Serra catarinense.

Carne suína

O presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, agradeceu o apoio da embaixada na realização do seminário e salientou que relações entre o Santa Catarina e o Japão são antigas, mas intensificaram-se nos últimos anos com as negociações promovidas pelo governador para a venda de carne suína para o país a partir de 2011.

Para “vender” ainda mais Santa Catarina para os empresários japoneses, o secretario Carlos Adauto Virmond Vieira apresentou as potencialidades do Estado em todas as áreas. Considerou que o encontro foi excelente, porque a missão conseguiu passar para os japoneses uma imagem positiva de Santa Catarina, mesmo na atual conjuntura de crise econômica no Brasil, porque o Estado dispõe de um perfil diferenciado que se adequa muito à identidade japonesa na realização de negócios.

Coreia próxima de importar carne suína de SC

No fim de semana, ao chegar em Tóquio, o governador Raimundo Colombo recebeu a confirmação da Embaixada do Brasil na Coreia do Sul de que técnicos deste país farão a inspeção dos frigoríficos catarinenses entre os dias 31 de março e 3 de abril, na oitava e última etapa para a liberação das exportações de carne suína.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.