Colombo lidera missão ao Japão para impulsionar exportações do agronegócio catarinense

A viagem ocorre entre os dias 2 e 13 de março, período em que o vice Eduardo Pinho Moreira assume o governo

- PUBLICIDADE -

Ampliar ainda mais as exportações de frango e carne suína para o Japão e outros mercados é o principal objetivo da missão internacional do Governo de Santa Catarina agendada para o início de março. Entre os compromissos da comitiva, liderada pelo governador Raimundo Colombo, está a participação na Foodex Japan 2017, a maior feira de alimentos e bebidas da Ásia. “Com o mercado nacional desaquecido, as exportações tornam-se ainda mais importantes para toda a cadeia produtiva. Aumentar a participação dos produtos catarinenses no exterior é uma forma de ampliar mercado e aumentar os ganhos, pois o câmbio está favorável e mercados como o Japão compram principalmente cortes nobres, que são mais caros”, destaca Colombo.

O governador lembra que o agronegócio vive um bom momento e se consolida como um dos principais setores que fortalecem o estado no enfrentamento à crise. Santa Catarina encerrou 2016 como o maior produtor e exportador de carne suína do país. É também o segundo maior produtor e exportador de carne de frango do Brasil.

- PUBLICIDADE -

A viagem oficial para o Japão ocorre entre os dias 2 e 13 de março, período em que o vice Eduardo Pinho Moreira assume o governo. Além da participação na Foodex Japan 2017, a comitiva participará do seminário Oportunidades & Negócios, promovido em Tóquio, no dia 6, resultado de uma parceria da Embaixada do Brasil no Japão com a Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc). Também estão previstos encontros com órgãos empresariais e do governo japonês.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Florianópolis

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.