Saúde de Siderópolis reforça prevenção das hepatites virais

Campanha do Julho Amarelo é voltada a orientações sobre a doença

Imagem: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Siderópolis

O Governo de Siderópolis, por meio da Secretaria de Saúde, está reforçando a prevenção de hepatites virais durante este mês, que é chamado de Julho Amarelo. De acordo com a Vigilância Epidemiológica do município, o diagnóstico tardio ou a falta de tratamento pode fazer com que a doença evolua para cirrose ou até mesmo câncer, por isso a importância de realizar os exames. “É importante fazer os exames preventivos e, se for necessário, iniciar o tratamento o mais rápido possível. Pedimos que a população procure nossas Unidades de Saúde para o teste rápido, é bem simples e de graça”, destaca a coordenadora da Vigilância Epidemiológica do município, Renata de Lorenzi Dagostin.

- PUBLICIDADE -

As hepatites virais são doenças infecciosas que afetam o fígado e são classificadas pelas letras A, B, C, D e E. Essas doenças não costumam apresentar sintomas, mas, quando eles aparecem, os mais comuns são cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. As hepatites B e C têm tratamento gratuito pelo SUS, sendo que o diagnóstico precoce amplia a eficácia do tratamento, com grandes chances de cura, no caso da hepatite C.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Siderópolis

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.