Procon reúne lojista da rua Henrique Lage

Foi repassado orientações e tirado dúvidas sobre a legislação de afixação de preços, que está estabelecida na Lei Federal n° 10.962, e principalmente a conscientização dos lojistas de acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC)

Foto: Milena dos Santos
- PUBLICIDADE -

A coordenação do Programa de Proteção e Defesa do consumidor (Procon) de Criciúma, reuniu nesta terça-feira, dia 27, mais de 30 lojistas da rua Henrique Lage para passar orientações e tirar dúvidas sobre a legislação de afixação de preços, que está estabelecida na Lei Federal n° 10.962, e principalmente a conscientização dos lojistas de acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC). O encontro contou com a presença do prefeito Clésio Salvaro, do vice-prefeito Ricardo Fabris, do coordenador do Procon, Gilberto Santos, do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Gelson Philippi e do representante da Associação do Lojistas da Rua Henrique Lage.

Para o coordenador do Procon, o trabalho de orientação que iniciou nesta quarta-feira, é apenas o começo para que haja entendimento entre comerciantes e compradores. “O Procon está trabalhando para que a economia criciumense seja impulsionada, pois se não houver uma economia sólida, não há necessidade de um órgão deste porte na cidade. Essa entidade não foi criada para multar, mas para regularizar o atendimento ao consumidor. O principal objetivo da lei de afixação de Preços é para que o cliente possa realizar suas compras independente da interferência do vendedor. Estamos trabalhando para esclarecer e informar os lojistas quanto à necessidade de adequação à legislação, visando harmonizar a relação com os consumidores e evitando problemas futuros de fiscalização”, destaca Santos.

- PUBLICIDADE -

Desde o mês de abril, fiscais do Procon estão visitando os estabelecimentos da cidade, e orientando os lojistas sobre a correta afixação de preços de produtos em vitrines comerciais e nas próprias peças comercializadas. A atividade está sendo realizada de forma educativa.

Segundo o prefeito, o órgão público está intensificando estes encontros em função da atualização constante das legislações. “Os lojistas podem trazer sugestões para o nosso governo, pois queremos ter uma parceria forte com eles, que eles realmente se aproximem. Nosso propósito é fomentar cada vez mais o comércio, já que Criciúma é a segunda opção de grandes compras na região Sul. Não estamos reunindo nossos comerciantes para fazer cobranças, mas para explanar as Leis, e como queremos que os lojistas da rua Henrique Lage, assim como os de outras regiões da cidade, continuem se fortalecendo, vamos levar esclarecimento sobre tudo que a legislação pede”, comenta Salvaro.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.