Legislativo de Criciúma dá posse aos vereadores mirins

- PUBLICIDADE -

Em Sessão Especial foram diplomados os 84 candidatos e eleita a nova mesa diretora mirim para o ano de 2017. A cerimônia de diplomação e posse ocorreu nesta quinta-feira, no Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Criciúma (Siserp) e teve a presença de pais, professores, alunos e autoridades. Houve duas chapas inscritas, e com nove votos a oito, a chapa vencedora foi a de número 1 composta pelos mirins: presidente Erick Luís da Rosa Urbano (Satc), vice-presidente Davi Spillere Comin, primeiro secretário Alexandre Gomes de Oliveira (José Contim Portella), e segundo secretário Pedro Luckas Barbosa de oliveira (Unesc). A primeira sessão mirim ocorrerá dia 6 de junho, às 15h, na Câmara de Vereadores.

O presidente mirim eleito ontem agradeceu, em seu discurso, a oportunidade que a Câmara Municipal de Criciúma oferece por meio do projeto Câmara Mirim. “É a chance de conhecer a fundo e de participar ativamente da vida política do município, possibilitando-nos exercer e desenvolver os conceitos de cidadania e liderança.”

- PUBLICIDADE -

“Agradeço também aos diretores e professores das escolas participantes que nos incentivaram a vivenciar esses momentos de grande crescimento pessoal. Um agradecimento especial aos nossos pais que nos permitiram e nos acompanharam nesse processo. Como Vereador Mirim, agradeço a todos os estudantes das escolas que compareceram as urnas. sem eleitor, não existiria vereador. Estamos aqui para representá-los. Juntos, trabalharemos para viabilizar melhorias às nossas unidades escolares e aos bairros onde vivemos. como presidente desta legislatura, agradeço aos colegas vereadores a confiança que me é depositada neste desafio de representar a legislatura mirim 2017”, destacou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.