Hospital São José realiza quinta captação de órgãos do ano

Foram captados rins, fígado, pâncreas e globos oculares de um homem de 43 anos, morador de Sangão

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Criciúma 

A Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT), do Hospital São José, promoveu a captação de rins, fígado, pâncreas e globos oculares de um homem de 43 anos, morador de Sangão (SC). J.F.S estava hospitalizado devido a uma hemorragia e teve morte encefálica confirmada após a realização de todos os exames necessários.

- PUBLICIDADE -

A esposa e os filhos receberam as informações sobre a importância do ato e autorizaram a doação dos órgãos. O procedimento foi realizado pelo médico Andrew Massutti e gerenciado pelas enfermeiras da CIHDOTT, Jaqueline Martins e Francielle Kreutz.

Em 2016, o Hospital São José registrou 35 protocolos, porém apenas 14 captações foram realizadas. Em 2017, já foram abertos 14 protocolos e, até o momento, cinco captações foram efetivadas.

O Brasil possui o maior sistema público de transplantes do mundo. De 2010 a 2016, o crescimento de doadores em potencial aumentou 103%. Apesar do número bastante significativo, o problema maior está na recusa familiar.

Até dezembro do ano passado, haviam 41.042 pessoas aguardando por um transplante, sendo a maior parte delas (24.914) para rim.

A CIHDOTT do Hospital São José possui uma equipe altamente qualificada, que se coloca à disposição diariamente para esclarecer dúvidas sobre o procedimento de doação de órgãos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.