Içara: Familiares apontam a identidade de vítima de incêndio

Segundo o IML, confirmação da identidade só será possível por meio de um exame de DNA

Foto: Lucas Lemos/Canal Içara
- PUBLICIDADE -

Içara

O incêndio registrado nesta quarta-feira, 10, em um depósito de móveis de Içara, deixou um óbito. Segundo os próprios familiares, a vítima foi Maureci Anacleto, de 37 anos. Ele trabalhava para a empresa há três meses e morava no bairro Pedreiras. No entanto, conforme o Instituto Médico Legal (IML) de Criciúma, a confirmação da identidade só será possível por meio de um exame de DNA, já que o corpo foi carbonizado.

- PUBLICIDADE -

No momento do incêndio, as duas portas do depósito estavam fechadas. O fogo teria iniciado em um pavilhão que não tem acesso à rua e logo se alastrou para outros dois galpões.

Uma autoescola que está localizada ao lado do depósito também foi atingida pelas explosões, mas sem vítimas. Como os pavilhões correm risco de desabamento, o tráfego e circulação de pessoas pela região foram alterados.

Com informações e fotos do Canal Içara.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Içara

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.