Famcri e Defesa Civil firmam parceria para melhorar fiscalização

Termo de cooperação técnica foi assinado nesta quinta-feira. Casas noturnas, bares e restaurantes serão inspecionados

Foto: Jhulian Pereira
- PUBLICIDADE -

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) de Criciúma e a Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri) assinaram termo de cooperação técnica para aprimorar a fiscalização ambiental e inspecionar irregularidades em casas noturnas, bares, restaurantes, entre outros estabelecimentos comerciais de Criciúma. A parceria foi firmada nesta quinta-feira, dia 6, na sede da Prefeitura de Criciúma, no bairro Ceará.

De acordo com o coordenador da Compdec de Criciúma, Valdonir Goulart Candido, uma viatura e 10 agentes serão disponibilizados para realizar o trabalho. A atividade integra o Plano de Segurança estabelecido pelo Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM). “Nossos agentes já foram capacitados para atuar na fiscalização ambiental e auxiliar a Famcri. O prefeito nos apoiou e, agora, vamos iniciar as ações”, conta.

- PUBLICIDADE -

As notificações aplicadas pelos agentes da Defesa Civil serão encaminhadas à Famcri para a elaboração de procedimentos administrativos. “Esta parceria é importante para fiscalizar o cumprimento da legislação e manter os estabelecimentos comerciais do município regulares. Isso gera segurança aos criciumenses e colabora para a diminuição de crimes ambientais”, ressalta o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

O termo tem vigência de um ano e pode ser alterado. A presidente da Famcri, Anequésselen Bitencourt Fortunato, comemorou a parceria. “Hoje, o trabalho de fiscalização é feito por dois profissionais. O apoio da Defesa Civil é fundamental para aprimorarmos as vistoriais e prevenir crimes ambientais em Criciúma”, destaca.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.