Foto: Divulgação/DN
- PUBLICIDADE -

Giovane Marcelino / Especial
Criciúma

 
Após quatro anos, o Congresso Brasileiro de Carvão Mineral voltará a ser realizado. Na sua quinta edição, o evento chega a Santa Catarina após quatro edições no Rio Grande do Sul. A partir da próxima segunda-feira, 29, a Acic, em Criciúma, irá receber o congresso que irá reunir a comunidade acadêmica até a quinta, 1º. O evento tem organização da Satc.

- PUBLICIDADE -

De acordo com Fernando Zancan, que faz parte do comitê de organização e também presidente da Associação Brasileira do Carvão Mineral (ABCM), o intuito do congresso é falar do carvão e sua evolução ao passar dos anos. “Estamos estruturando a área do carvão com base na inteligência e será um espaço para que pesquisadores possam se reunir e apresentar os seus trabalhos”, considerou.

O tema “O Carvão do Mundo Sustentável” foi escolhido com objetivo de evidenciar tecnologias, além do avanço na recuperação ambiental de áreas degradadas. A programação consiste em palestras e apresentadores. São esperadas 400 pessoas nos quatro dias de evento, onde já foram inscritos 140 trabalhos.

Os participantes que já se inscrevam têm até esta sexta-feira, 26, para efetuar o pagamento. O credenciamento para o evento começa na segunda-feira às 16h, com abertura oficial às 19h no auditório Jayme Antônio Zanatta. Até quinta-feira, três auditórios vão oferecer as atividades propostas para o congresso com palestras com representantes de universidades da região, empresas e do ministério de minas e energia, ambiente e tecnologia.

No último dia, será realizado três visitas técnicas na região: Áreas impactadas pela mineração, em recuperação e já recuperadas – Siderópolis, Treviso e Urussanga, visita no Complexo Termelétrico Jorge Lacerda – Capivari de Baixo/SC e na Mina de Visitação Octávio Fontana de Criciúma.

Dúvidas e outras informações, podem ser obtidas através do (48) 3431-7613, e-mail cbcm2017@satc.edu.br ou no site www.cbcm2017.com.br.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.