Empresas Rio Deserto conquistam, pela quarta vez, título de Empresa Cidadã ADVB/SC

Prêmio conquistado foi na categoria Participação Comunitária, com o case Projeto Leite Solidário

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Criciúma

As Empresas Rio Deserto conquistaram o Prêmio Empresa Cidadã ADVB/SC 2017, na categoria Participação Comunitária, com o case Projeto Leite Solidário. O título será entregue no próximo dia 20, em Chapecó.

- PUBLICIDADE -

A coordenadora de recursos humanos, Jaci Baggio Vieira, ressalta que receber o reconhecimento é algo motivador e demonstra que as Empresas Rio Deserto estão no caminho certo. “Estamos contribuindo para fazer a diferença no meio em que vivemos, pois os principais objetivos do programa, realizado mensalmente, são incentivar práticas de voluntariado e auxiliar instituições e famílias vulneráveis por meio da doação de leite”, explica.

Esta é a quarta vez que as Empresas Rio Deserto são condecoradas com o prêmio. Outras ações socioambientais já foram premiadas pela ADVB. Em 2006, a organização recebeu o prêmio em duas categorias, com os projetos Estação Biológica Costão da Serra e Içara Mais Doce. Em 2007, o reconhecimento veio por meio do Projeto Florindo Siderópolis. Já em 2009, a empresa novamente foi condecorada com o título, desta vez com o Projeto Novo Horizonte, desenvolvido em parceria com a Abadeus.

Projeto premiado

O Projeto Leite Solidário, das Empresas Rio Deserto, existe há mais de 10 anos, e tem por objetivo a doação de leite para entidades e famílias carentes dos municípios onde estão instaladas as unidades da empresa. Assim, todos os meses, cada colaborador recebe 24 litros de leite e pode optar por doar uma parte. A quantidade doada pelos colaboradores é sempre duplicada pela empresa, o que permite que mais de uma instituição seja ajudada mensalmente.

Prêmio Empresa Cidadã

O Prêmio Empresa Cidadã 2017, da ADVB/SC, reconhece iniciativas de empresas e instituições catarinenses em três áreas: Preservação Ambiental, Desenvolvimento Cultural e Participação Comunitária. Os cases apresentados foram avaliados por uma comissão julgadora formada por membros da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing). Dentre os critérios analisados, destaque para a relevância da iniciativa, originalidade do projeto, resultados, benefícios e alcance do projeto.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.